Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Repórter Ativo

Empresária corre 67k e vence ultramaratona em Santa Catarina

No sábado, 3 de setembro, às 6h, ainda no escuro, os atletas já faziam o aquecimento para uma das provas de corrida mais desafiadoras do Brasil, a ultramaratona da Mizuno Uphill. Em frente à prefeitura de Lauro Müller, no sul de Santa Catarina, alguns dos melhores corredores do país se preparavam para percorrer 25 quilômetros, que tinham como ponto final o mirante da Serra do Rio do Rastro, a 1406 metros em relação ao nível do mar. A pequena Lauro Müller fica a 220 metros.

A atleta e empresária de Curitiba, Letícia Saltori, foi a primeira mulher a cruzar a linha de chegada, depois de 2h12m29s de prova. Mas o desafio estava só começando. Com poucas horas para descansar, já no início da tarde, Letícia estava em Treviso, município próximo, para a segunda largada. Agora seriam mais 42 quilômetros passando por Lauro Müller e subindo novamente em direção a Bom Jardim da Serra.

Se na parte da manhã o clima colaborou, com um sol ameno e entre nuvens, no período da tarde o tempo virou. A neblina tomou conta do percurso e trouxe com ela um vento frio, típico do sul do Brasil nesta época do ano.

Apesar das adversidades, Letícia não se abalou e foi a segunda entre as mulheres a terminar o percurso. O resultado, somado ao tempo que fez nos 25 quilômetros, (06h22m17s), lhe rendeu o título do Desafio Samurai, que leva em conta os dois trajetos da Mizuno Uphill Marathon.

Letícia é especialista em provas de montanha. Para manter o alto nível, faz pesados treinos físicos diariamente. “Lógico que senti cansaço, mas estou muito mais inteira do que na edição de 2014, quando venci os 42 km. O tempo inteiro tinha gente falando comigo, incentivando, o que dá um ânimo a mais”, disse ela logo após a prova.

Um dos grandes adversários de atletas que disputam ultramaratona é o aspecto psicológico. Controlar o cansaço físico e mental, as dores e a ansiedade da chegada faz parte das aptidões de um campeão. A atleta de Curitiba, que também é empresária, conta que recentemente ingressou em uma turma de uma escola de negócios.

Ela é uma das sócias da Equipiazza, uma assessoria de corrida especializada em treinamentos para atletas de curta, média e longa distância. “Por meio de um grande amigo, que também é empresário, fui convidada a conhecer a MBM Business School Curitiba. Foi algo bem diferente de tudo que já tinha visto.”

Segundo ela, a escola de negócios lhe despertou ainda mais coragem e força de vontade. “Já tenho tantas ferramentas na mão, mas preciso de mais ação.”

Compartilhe por email!