Você sabe quais são os 5 piores alimentos para a saúde?

Atualizado em 22 de novembro de 2022

Por que as pessoas gostam tanto de alimentos que elevam os níveis de colesterol, pressão arterial e que contribuem para criar aquela barriga saliente? Porque são os mais gostosos. É simples assim.

Já faz um tempo, mas quando a Food and Drug Administration (FDA) — a Anvisa dos Estados Unidos — decidiu que iria começar a diminuir a quantidade de gorduras trans em alguns alimentos e reduzir a zero a quantidade em outros, muita gente questionou: “mas o gosto das comidas não vai mudar?”.

De fato, mudou. Os sabores da batata frita do McDonald’s e até da pipoca com manteiga de cinema, por exemplo, sofreram algumas alterações porque foi removida uma das gorduras que mais ressaltava o gosto desses alimentos — e que, não à toa, também é uma das mais nocivas à saúde.

Saiu até uma reportagem na prestigiada revista Time, de novembro de 2013, listando as 7 comidas que “não seriam mais as mesmas” após o banimento da gordura trans nos Estados Unidos.

A gordura trans realmente é um dos químicos que mais deixam alguns alimentos riquíssimos em calorias vazias tão gostosos e, ao mesmo tempo, tão prejudiciais ao organismo. Hoje, todo mundo sabe que ela faz mal, mas não é porque ela não está mais (tão) presente na nossa rotina alimentar que de repente tudo o que comemos virou saudável.

Ainda é preciso ficar de olho na quantidade de outras gorduras ruins, no excesso de sódio e de açúcar, entre outros detalhes nutricionais que podem trazer inúmeros prejuízos à saúde no longo prazo.

Mas a boa notícia é que é possível banir a famosa lista dos piores alimentos de vez da nossa alimentação, ou pelo menos reduzir no início. E isso sem deixar de ter prazer em comer variedades mais saudáveis, que também não perdem em nada no quesito sabor.

Se você quer parar de comer ou diminuir essas guloseimas para ter mais qualidade de vida e não sabe por onde começar, listamos abaixo as comidinhas para você riscar do cardápio e entregamos algumas opções saudáveis e muito gostosas para substituí-las.

Os 5 piores alimentos para a saúde que você deve tirar já do cardápio

1. Sorvete

Muita gordura hidrogenada, açúcar, conservantes, emulsifivantes e corantes. Troque-o por outros tipos de sorvete, que não sejam tão recheados de gorduras e açúcares. Hoje, é possível encontrar sorvetes veganos, que não levam leite e sorvetes diet, que não têm açúcar.

Outra opção bem gostosa é a gelatina sem sabor. Mas calma, isso não quer dizer que ela não tenha gosto. É que você pode usar suco de frutas natural em vez do tradicional pozinho cheio de corantes. Não dá trabalho e fica com gosto ainda melhor de fruta.

Para deixar ainda melhor, você pode deixar algumas frutas picadas no meio da gelatina e acrescentar um pouco de creme de leite light. Que tal?

2. Refrigerantes

Esses aí não tem muito o que fazer. Existem incontáveis estudos, como este da Universidade de Harvard, que mostram o link direto existente entre as chamadas bebidas açucaradas, como o refrigerante, e o aumento do número de pessoas com obesidade em todo o mundo.
De fato, essas bebidas gaseificadas e doces contém muitos ácidos e açúcares (ou muito adoçante artificial), que não valem a pena ser mantidos na dieta. E se você gosta muito de uma Coca Cola, tente ao menos reduzir.

Uma boa dica é beber somente aos finais de semana. Outra é substituir o refrigerante por bebidas pouco gaseificadas com sabor ou pelo tradicional suco de fruta natural, se você estiver a fim de uma mudança mais radical.

3. Biscoito recheado

Um pouco deste biscoito (ou é bolacha?) não faz tão mal, mas é bom você saber que essas guloseimas queridinhas da criançada são repletas de gordura hidrogenada, açúcar, conservantes, emulsifivantes e corantes — da mesma forma que o sorvete.

A sorte é que hoje existe uma variedade enorme de substitutos que são bem mais saudáveis e tão saborosos quanto. Um ótimo exemplo é o cookie integral, com aveia, mel ou cacau.

Mas se você preferir ir devagar, tudo bem, pode continuar comendo biscoitos doces — mas sem recheio.

4. Embutidos

Outro que, infelizmente, não há como defender. Linguiça, salsicha, mortadela e salame são alguns dos exemplos mais famosos de embutidos que têm quantidades altíssimas de sódio, conservantes e gorduras.

Em vez deles, vá de peito de peru, presunto magro ou frango desfiado e bifes sem gordura. Fica bom e é bem mais saudável.

5. Salgadinhos

O último da lista, que não deixa de ser tão importante quanto os outros quatro, têm quantidade excessiva de sal, além de conter muitos conservantes e gorduras ruins.

Tentar trocar por chips de batatas (ou batata-doce) assadas, castanhas sem sal, soja e torrada.

Fonte:

André Pellegrini, nutricionista esportivo do INA – Instituto do Atleta