Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

McEwen vence a 4ª etapa do Giro no sprint

POR FERNANDO MELLO

O australiano Robbie McEwen (Davitamon) venceu nesta terça-feira a 4ª etapa do Giro d´Italia, a última disputada na Bélgica, com 193 km de extensão, entre as cidades de Wanze e Hotton. Foi a segunda vitória de McEwen no Giro deste ano, o que lhe valeu a camisa magenta, de melhor sprinter. Seu mérito é ainda maior, pois não contou com o trabalho de seus companheiros de equipe na preparação do sprint, exatamente como aconteceu na vitória da 2ª etapa. Naquela ocasião, McEwen superou o italiano Alessandro Petacchi (Milram), que teve uma queda na etapa de segunda-feira, sofreu uma fratura na rótula do joelho esquerdo e teve de abandonar a prova. Ele vai operar o joelho nesta terça e sua participação do Tour de France está muito ameaçada.

Na etapa desta terça, McEwen venceu com tempo de 4h38min51s, seguido dos italianos Paolo Bettini (Quick Step) e Alberto Loddo (Selle Italia). O argentino Axel Maximiliano Richeze (Ceramica Panaria) conquistou um ótimo quarto lugar. O alemão Stefan Schumacher (Gerolsteiner) chegou no primeiro pelotão e segue com a maglia rosa. A diferença de 13s sobre o segundo colocado na geral, italiano Paolo Savoldelli (Discovery), atual campeão do Giro, permanece, assim como os 23s sobre o terceiro colocado, o também italiano Davide Rebellin, companheiro de equipe de Schumacher.

Assim como a 2ª e a 3ª etapa, houve fuga de ciclistas desde o início desta terça-feira. Dessa vez, cinco ciclistas escaparam: o italiano Alessandro Bertolini (Selle Italia), o alemão Grischa Nierman (Rabobank), o suíço Patrick Calcagni (Liguigas), o belga Jurgen Van de Walle (Quick Step) e o francês Sandy Casar (Française des Jeux). Do mesmo modo que nas etapas anteriores, a vantagem dos escapados nunca foi muito grande. O pelotão controlou a corrida sem nenhum problema e aniquilou a vantagem quando quis. Isso aconteceu a partir do km 118. A fuga foi neutralizada a 15 km da chegada, quando começaram os trabalhos das equipes para o sprint. T-Mobile e Milram se colocaram à frente. Mas, no fim, McEwen e levou mais uma na terra de sua equipe, a Davitamon.

Nesta quarta-feira, não haverá etapa. Os ciclistas têm um dia de descanso e deixam a Bélgica. A 5ª etapa já acontece na Itália, entre as cidades de Piacenza e Cremona, e será um contra-relógio por equipes, com 38 km de extensão. Numa etapa desse tipo, uma equipe sai de cada vez para tomar tempo, com todos os ciclistas.

Resultado da 4ª etapa do Giro d´Italia 2006 – Wanze-Hotton (Bélgica), com 193 km:

1- Robbie McEwen (AUS) Davitamon 4h38min51s
2- Paolo Bettini (ITA) Quick Step m.t.
3- Alberto Loddo (ITA) Selle Italia m.t.
4- Axel Maximiliano Richeze (ARG) Ceramica Panaria m.t.
5- Olaf Pollack (ALE) T-Mobile m.t.
6- Mirco Lorenzetto (ITA) Milram m.t.
7- Philippe Gilbert (BEL) Française des Jeux m.t.
8- Tomas Vaitkus (LIT) AG2R Prevoyance m.t.
9- Koldo Fernandez (ESP) Euskaltel m.t.
10- Sébastien Chavanel (FRA) Bouygues Telecom m.t.

CLASSIFICAÇÃO GERAL- depois de quatro etapas:

1- Stefan Schumacher (ALE) Gerolsteiner 14h52min25s
2- Paolo Savoldelli (ITA) Discovery Channel a 13s
3- Davide Rebellin (ITA) Gerolsteiner a 23s
4- José Iván Gutiérrez Palacios (ESP) Caisse d´Epargne-Illes Balears a 29s
5- José Luis Rubiera (ESP) Discovery Channel a 31s
6- Serguei Gonchar (UCR) T-Mobile m.t.
7- Bradley McGee (AUS) Française des Jeux m.t.
8- Francisco Pérez Sanchez (ESP) Caisse d´Epargne-Illes Balears a 32s
9- José E. Gutiérrez (ESP) Phonak a 33s
10- Paolo Bettini (ITA) Quick Step a 35s

Calendário

Encontre um evento de bike perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!