Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

A frutose é realmente um vilão da saúde e da dieta?

A frutose é realmente um vilão da saúde e da dieta?

De tempos em tempos, escolhemos alguns alimentos que são os saudáveis da vez, e outros que são vilões. Curiosamente, eles trocam de papel frequentemente: uma hora são bons — até sair uma pesquisa que tem resultados diferentes de outras milhares de publicações.

Nunca acreditei em um alimento que fosse 100% saudável, do mesmo modo que nenhum outro é um vilão completo. Tudo dependerá da sua saúde, e sua genética, pois metabolizamos carboidratos e gorduras de formas diferentes. Por isso algumas pessoas comem muito e não engordam, enquanto outras comem pouco e ganham peso.

O vilão da vez é a frutose, um tipo de carboidrato muito comum nas frutas. Seu excesso pode causar alteração da flora intestinal, gerando uma série de problemas como gordura no fígado, resistência insulínica e ganho de peso. Mas o que não te contaram é que a quantidade de frutose nas frutas é baixa. Então, de onde vem a maior parte da frutose?

Nós inventamos o açúcar, também chamado de sacarose. Essa molécula é um composto de glicose com frutose. Logo, se tivermos uma dieta rica em açúcar refinado, consumimos muita frutose — e aí é onde mora o problema. Veja um comparativo rápido entre frutas e industrializados para você ter uma ideia da disparidade.

 

Leia mais

Leite dourado: receita e benefícios do golden milk

Bolo de banana fit: receita saudável e funcional para esportistas

As lesões mais comuns nos joelhos dos corredores

 

A quantidade de frutose contida nas frutas

laranja = 6 g
banana = 7 g
fatia de abacaxi = 6 g
xícara de morango = 3,8 g
metade de 1 mamão papaia = 6,3 g

Nos alimentos industrializados

refrigerante (lata) = 20 g
chocolate ao leite (100g) = 30 g
pasta de avelã (pote) = 125 g
bolo de chocolate (fatia) = 27 g
pacote de bolacha recheado = 48 g
suco de caixinha = 11 g

Logo, se você comer uma boa salada de frutas, estará ingerindo por volta de 15 g de frutose. Agora, ao almoçar e tomar 3 refrigerantes e 1 bolo de chocolate de sobremesa, estará ingerindo 87 g de frutose. Moral da história? Vamos comer mais alimentos de verdade e fugir dos alimentos processados.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Fellipe Savioli

Triatleta amador, Fellipe Savioli é médico pós-graduado em medicina esportiva pela UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo (SP), pós-graduado em nutrologia pela ABRA – Associaç... VEJA MAIS

Compartilhe por email!