Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Obras em local de treinamento deixam quenianos em alerta

É impossível falar sobre provas de resistência, em particular das maratonas, sem citar a supremacia queniana. Hábitos de treinamento, alimentação e hidratação os colocam como corredores quase imbatíveis no cenário da corrida de rua.

No entanto, os quenianos estão em alerta: a aldeia de Iten, no vale do Rift, oeste do Quênia e principal lugar de treinamento dos quenianos passa por uma modernização. Estão sendo construídas estradas para conectar a aldeia com a sua cidade vizinha, Nyaru. 

Acostumados a treinar no Iten, os quenianos apelidaram o lugar como a “Casa dos Campeões”. O local tem todas as condições para um treino de resistência, incluindo a altitude. Porém, a troca da terra pelo asfalto é uma mudança que não é bem vista pelos grandes campeões.

 

Leia mais

Largadas rápidas, recorde e euforia: Coleman pode suceder Bolt?

Inspiração de Kipchoge vem dos livros. E seu escritor favorito é brasileiro

Treinador brasileiro passa um mês treinando com elite queniana. Veja impressões

 

Com a mudança de terreno, os atletas estão viajando para lugares ainda mais distantes em busca do piso de terra para o treinamento. “Cada vez mais estradas são construídas e mais longe temos que ir para treinar. Vamos acabar correndo no asfalto, como os etíopes”, reclamou Florence Kiplagat, recordista mundial em meia-maratona.

Outro palco de treinamento dos quenianos, o Estádio de Kamariny, será demolido e o seu piso de terra também será substituído.

Será que essas mudanças poderão comprometer o desempenho dos atletas quenianos?

Matéria original publicada no Activo Argentina

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!