Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Dos benefícios à desconfiança dos cientistas: entenda o tratamento com ventosas

Foto: Shutterstock

Em agosto de 2016, o nadador norte-americano Michael Phelps chamou atenção do mundo inteiro ao estrear nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com manchas roxas espalhadas pelo corpo.

Resultado do tratamento com ventosas — uma técnica da medicina chinesa apontada como solução para aliviar a dor e o estresse, além de ter –, as manchas roxas deram popularidade ao método e despertaram a curiosidade em jornalistas e atletas.

Mas, afinal de contas, como é o tratamento com ventosas? Sua eficácia é comprovada?

O Ativo conversou com Silvana Lutaif, professora de acupuntura há 30 anos, para levantar temas relevantes sobre o tratamento com ventosas. Confira abaixo.

A finalidade do tratamento com ventosas

“O tratamento com ventosas serve para o alívio de dores, estética facial e corporal e também para o condicionamento físico. No alívio de dores, podemos utilizá-lo em traumas como entorses, distensão muscular, contraturas ou simplesmente para aliviar a fadiga muscular. Na estética facial, serve para minimizar rugas e marcas de expressão, além de estimular a formação do colágeno, o que deixará a pele com aspecto mais jovem”, diz Lutaif.

Detalhes do tratamento

Feito por um profissional com conhecimentos de fisiologia e acupuntura, o tratamento com ventosas requer cápsulas de vidro, silicone ou acrílico, que são aplicadas diretamente em diversas regiões do corpo.

O tempo de duração da sessão varia de acordo com a finalidade do tratamento.

Quando as ventosas são aplicadas pensando em um benefício estético, o procedimento leva aproximadamente uma hora. Vinte minutos são suficientes para aliviar as dores.

Segundo Lutaif, poucas sessões bastam para solucionar as dores. Já para dores crônicas (artrite e artrose, por exemplo) são necessárias de sete a dez sessões.

O tratamento com ventosas consiste em acender um líquido inflamável dentro do copo de vidro.

A variação de temperatura, aliada à pressão causada pelo contato com a pele, provoca uma sucção e estica a pele.

Segundo os defensores da técnica, esse processo estimula o fluxo sanguíneo e acelera a recuperação da região afetada.

As marcas

É normal que as pessoas se questionem sobre as marcas roxas deixadas pelo tratamento com ventosas.

Por que essas marcas surgem? Quanto tempo é necessário para que elas sumam?

Lutaif explica: “As marcas na pele são sangramentos temporários no tecido subcutâneo, consequências de um processo de sucção da pele por muito tempo. De acordo com a medicina chinesa, essas dores que a pessoa sente seriam causadas pela estagnação da energia, e as ventosas ativas promovem a movimentação dessa energia bloqueada. Essas marcas não são deixadas no tratamento estético e, quando aparecem, podem durar até cinco dias.”

Caso o tratamento seja para alívio de dores, as marcas podem durar até cinco dias

Desconfiança dos cientistas

Não há estudos que confirmem a eficiência do tratamento com ventosas. Algumas pesquisas apontam que o procedimento é capaz de melhorar os níveis de bem-estar, porém sem mudar o patamar de terapia complementar.

“Em 2013, pesquisadores alemães usaram o método para tratar pacientes com dores musculares crônicas na região cervical, com bons resultados, porém os próprios autores sugeriram que mais estudos fossem feitos a respeito do método. Já em 2014, autores de Oxford pesquisaram artigos sobre o assunto e concluíram que existem poucas evidências científicas que comprovem a eficácia do método”, conta o ortopedista Sergio Mauricio.

Leia mais

Cereja pode ajudar na recuperação muscular de corredores

5 passos para a nutrição ajudar na recuperação após provas longas

Botas pneumáticas prometem recuperação rápida para corredores

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Garanta sua jaqueta do Clube O2

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!