Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Dos benefícios à desconfiança dos cientistas: entenda o tratamento com ventosas

Foto: Shutterstock

Em agosto de 2016, o nadador norte-americano Michael Phelps chamou atenção do mundo inteiro ao estrear nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro com manchas roxas espalhadas pelo corpo.

Resultado do tratamento com ventosas — uma técnica da medicina chinesa apontada como solução para aliviar a dor e o estresse, além de ter –, as manchas roxas deram popularidade ao método e despertaram a curiosidade em jornalistas e atletas.

Mas, afinal de contas, como é o tratamento com ventosas? Sua eficácia é comprovada?

O Ativo conversou com Silvana Lutaif, professora de acupuntura há 30 anos, para levantar temas relevantes sobre o tratamento com ventosas. Confira abaixo.

A finalidade do tratamento com ventosas

“O tratamento com ventosas serve para o alívio de dores, estética facial e corporal e também para o condicionamento físico. No alívio de dores, podemos utilizá-lo em traumas como entorses, distensão muscular, contraturas ou simplesmente para aliviar a fadiga muscular. Na estética facial, serve para minimizar rugas e marcas de expressão, além de estimular a formação do colágeno, o que deixará a pele com aspecto mais jovem”, diz Lutaif.

Detalhes do tratamento

Feito por um profissional com conhecimentos de fisiologia e acupuntura, o tratamento com ventosas requer cápsulas de vidro, silicone ou acrílico, que são aplicadas diretamente em diversas regiões do corpo.

O tempo de duração da sessão varia de acordo com a finalidade do tratamento.

Quando as ventosas são aplicadas pensando em um benefício estético, o procedimento leva aproximadamente uma hora. Vinte minutos são suficientes para aliviar as dores.

Segundo Lutaif, poucas sessões bastam para solucionar as dores. Já para dores crônicas (artrite e artrose, por exemplo) são necessárias de sete a dez sessões.

O tratamento com ventosas consiste em acender um líquido inflamável dentro do copo de vidro.

A variação de temperatura, aliada à pressão causada pelo contato com a pele, provoca uma sucção e estica a pele.

Segundo os defensores da técnica, esse processo estimula o fluxo sanguíneo e acelera a recuperação da região afetada.

As marcas

É normal que as pessoas se questionem sobre as marcas roxas deixadas pelo tratamento com ventosas.

Por que essas marcas surgem? Quanto tempo é necessário para que elas sumam?

Lutaif explica: “As marcas na pele são sangramentos temporários no tecido subcutâneo, consequências de um processo de sucção da pele por muito tempo. De acordo com a medicina chinesa, essas dores que a pessoa sente seriam causadas pela estagnação da energia, e as ventosas ativas promovem a movimentação dessa energia bloqueada. Essas marcas não são deixadas no tratamento estético e, quando aparecem, podem durar até cinco dias.”

Caso o tratamento seja para alívio de dores, as marcas podem durar até cinco dias

Desconfiança dos cientistas

Não há estudos que confirmem a eficiência do tratamento com ventosas. Algumas pesquisas apontam que o procedimento é capaz de melhorar os níveis de bem-estar, porém sem mudar o patamar de terapia complementar.

“Em 2013, pesquisadores alemães usaram o método para tratar pacientes com dores musculares crônicas na região cervical, com bons resultados, porém os próprios autores sugeriram que mais estudos fossem feitos a respeito do método. Já em 2014, autores de Oxford pesquisaram artigos sobre o assunto e concluíram que existem poucas evidências científicas que comprovem a eficácia do método”, conta o ortopedista Sergio Mauricio.

Leia mais

Cereja pode ajudar na recuperação muscular de corredores

5 passos para a nutrição ajudar na recuperação após provas longas

Botas pneumáticas prometem recuperação rápida para corredores

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Faça parte do Clube O2 e leve uma Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!