Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Período de férias sem grande perda de condicionamento

 O ano de 2007 está começando e muitos atletas estão iniciando os seus treinamentos ou ainda estão em período de férias. Neste artigo darei algumas dicas sobre como nos comportarmos neste período. Todas essas informações são partes do meu programa de treinamento, que desenvolvo junto com o meu preparador físico, Helio Souza.

Uma vez que o calendário competitivo no Brasil está cada vez mais extenso e repleto de competições, o primeiro grande erro é tornar o período de férias demasiadamente extenso e de total inatividade, pois uma das conseqüências deste tipo de estratégia é o aumento exagerado do peso e a diminuição muito acentuada do condicionamento físico.

O professor Helio defende a idéia de que no período de férias eu não permita uma perda maior do que 70-75% do meu condicionamento físico adquirido durante a temporada.

Se a perda do condicionamento físico for grande, o atleta necessitará de um período maior de preparação para as competições. Dependendo do nível do atleta e das estratégias de treinamento a serem utilizadas, cerca de um a dois meses serão necessários apenas para amenizar as perdas.

No período de férias, a prática de outras atividades é benéfica, pois além de manter o atleta ativo soma-se a mudança do ambiente, a manutenção da massa corporal, a diminuição do estresse, dentre outros benefícios. Corrida, natação, musculação e até esportes de quadra são bem vindos, mas somente se executados sem exceder os limites individuais e encarados como lazer e nunca como competição.

Após o período de férias e no retorno aos treinamentos, muitos técnicos e atletas discutem a necessidade e os benefícios da prática de treinos de musculação. Toda essa discussão deve ser pautada no tempo disponível, objetivos, calendário competitivo, necessidades do atleta…por exemplo, se um atleta dispõe de pouco tempo para treinar, a prática da musculação em substituição aos treinos específicos (moutain bike) não é uma troca muito efetiva.

Também é Importante destacar que durante o período de férias e o retorno aos treinamentos a dieta deve ser diferenciada. Neste período se gasta menos calorias, e se na ingestão de alimentos não respeitarmos esse fato uma das conseqüências será o ganho excessivo de peso.

O conceito de periodização do treinamento é bastante claro e difundido, mas, assim como o treinamento a alimentação sofrerá alterações de acordo com o período, tipo de treino…, ou seja, além da redução na quantidade, a proporção de macronutrientes (carboidrato, gordura e proteína) também modifica ao longo das fases do treinamento.

Portanto, fiquem atentos com o período de férias e o retorno aos treinamentos.

Edivando de Souza Cruz (Equipe Astro/Manitou/Vzan/Michelin), que assina esta coluna, é paulista de Ilhabela, onde reside, e pratica mountain bike desde 1993. Participou da Olimpíada de Atenas, conquistou medalha de prata nos jogos Pan-Americanos de San Domingos, em 2003; cinco vezes campeão brasileiro de MTB; campeão brasileiro de Cross Country e Maratona e campeão Pan-americano de Cross Country. Atualmente é número 1 do Ranking Brasileiro de Mountain Bike.

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Combo 2 em 1 Clube O2

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!