Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

8 dicas para escolher (e manter) seu tênis de corrida

8 dicas para escolher (e manter) seu tênis de corrida

O número de corredores no Brasil cresce a cada ano – assim como o número de provas, lançamento de produtos e abertura de novas lojas. As lojas especializadas em running normalmente possuem uma equipe de vendas (muitas vezes formada por corredores que estão sempre testando novos produtos), aptos a indicarem o produto ideal para o perfil de cada cliente. Mas nem todas as lojas possuem uma equipe assim. Por isso, listei estas dicas que podem lhe ajudar na compra do seu primeiro tênis de corrida, dependendo do seu perfil e objetivo:

– se for possível, experimente seu novo tênis ao final do dia, ou após alguma atividade física, uma vez que neste momento seus pés estarão inchados. Isso evitará sustos e tornará seu treino mais confortável.

– caso você não saiba seu tipo de pisada, e a loja que você estiver comprando não realizar o teste, não se desespere. Na dúvida, opte sempre por um tênis neutro.

– compre um número acima do que você usa em relação ao seu sapato casual. Durante a corrida os pés incham e a folga de um dedo é o suficiente para não haver problemas com perda de unhas e desconforto.

– experimente o maior número de modelos de diferentes marcas de acordo com seu tipo de pisada (lembrando: se não souber, opte pelo neutro), biotipo (peso) e objetivo.

– o tênis mais caro nem sempre é o melhor. Experimentando diferentes modelos e marcas, é possível que o tênis ideal para você (aquele que proporcionou mais conforto) seja um modelo muito mais barato. E não se esqueça de comparar os preços. Às vezes ele sairá muito mais barato pela internet.

– qual a real vida útil de um tênis de corrida, seja ele de treino ou de competição? Isto depende de alguns fatores, como terreno, biótipo do atleta e modo de conservação. Modelos com mais estrutura, utilizados para treinos diários e competições, possuem uma vida útil entre 800k e 900k. Modelos para competição ou minimalistas, que apresentam um perfil baixo e são extremamente leves, resistem a um volume de treinos e competições que podem variar entre 300k e 500k.

– gosta de um tênis sempre limpinho? A melhor forma de lavá-lo é molhar em água corrente e esfregar com uma escova de cerdas finas e macias ou uma esponja, sempre com detergente neutro, que possui baixo PH e pouca composição química.

Deixe o secar à sombra, em temperatura ambiente. Nunca deixe o tênis secando ao sol pois enfraquece o tecido do cabedal, gerando o rompimento da malha e ressecando a espuma do EVA.

– na hora de lavar, vai uma dica importante: nunca o deixe de molho em água com qualquer produto que tenha alta composição química. Isto pode alterar a cor do tecido do cabedal e também acelerar o processo de descolamento das partes emborrachadas.

Bons treinos!

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Roehniss

Graduado em Administração de Empresas com MBA em Gestão em Marketing Esportivo, Rodrigo Roehniss é especialista em tênis de corrida, além de prestar consultoria sobre o universo de pro... VEJA MAIS

Compartilhe por email!