Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Ativar os músculos por impulsos elétricos: eu gostei

Ativar os músculos por impulsos elétricos: eu gostei

Gosto de experimentar novidades que chegam ao mercado brasileiro para ter uma mínima base de opinião, e confesso que gostei da tecnologia alemã que testei, a “Miha Bodytec”. Segundo comunicado – e que comprovei no teste – trata-se de um sistema que funciona por meio da Eletroestimulação dos Músculos (EMS). A EMS é uma forma de ativação muscular feita por impulsos elétricos que recriam o movimento natural do sistema nervoso.

A engenhoca funciona assim: você veste um colete e uma bermuda de compressão conectados a vários eletrodos e segue uma série de exercícios propostos pelo sistema, iguais aos apresentados no display de vídeo à sua frente. Há diversas séries que fluem, por vários níveis de esforço.

A “moldura de choques” que sentimos é contundente. E os músculos são contraídos, melhorando a performance em até 30%. Com as contrações, o exercício se torna mais “fácil” de fazer, permitindo a melhora de sua execução.

Atletas de alta performance como Rafael Nadal e Usain Bolt fazem uso da “Miha Bodytec”. “O treino EMS permite uma contração mais forte e mais intensa, aumentando o potencial de velocidade, resistência, força máxima, força explosiva e hipertrofia”, diz Oliver Schmidtlein, preparador-físico do centro de terapia do Bayern de Munique.

 

Leia mais

O melhor local de treino da Grande São Paulo

A corrida mais difícil do mundo

As arapucas das calçadas

 

O método integral do sistema permite estimular simultaneamente até 300 músculos – mesmo aqueles que não são estimulados por métodos convencionais como a musculação. O treino das diferentes áreas, como força, velocidade e resistência, normalmente consome uma enorme quantidade de tempo e de energia. Com a “Miha Bodytec” é possível treinar apenas 20 minutos por semana para ter esses resultados.

Aqui no Brasil, já existem quatro diferentes conceitos de estúdios especializados na tecnologia que poderão se tornar franquias, seguindo um modelo de negócios que está em voga na Europa.

Fiz meu teste no Estúdio Motriz, coordenado pelo Dr. Tomas Mosaner, médico do esporte e ortopedista. O Motriz fica ali do ladinho do Parque do Ibirapuera, na Av. Brasil, 564 , em São Paulo, e pode ser contatado pelo telefone (11) 3885-0092.

Vale a pena fazer um teste. Eu gostei!

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 31 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!