Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Cansaço central x cansaço periférico: como identificar e melhorar seus treinos

Cansaço central x cansaço periférico: como identificar e melhorar seus treinos

Você já se perguntou por que descansa e não se recupera? Quem nunca acumulou cansaço porque acreditava que estava “descansando” da forma correta, quando, na verdade, não estava? Foi pensando nesse tipo de situação, que a gente acaba vivendo no dia a dia do box, que eu fui atrás de informação e acabei aprendendo algumas coisas. A primeira delas foi a diferença entre cansaço central e cansaço periférico.

Você já parou para pensar nesse assunto? Quando usar tipos diferentes de recuperação, de forma consciente, não simplesmente porque está com uma dor ou extremamente cansado?

CANSAÇO CENTRAL

Também conhecido como estafa, o cansaço central é muito mais mental, ou um acúmulo de atividades, exercícios, responsabilidades, que nos deixa extremamente cansados. Cansar após um dia puxado de treino e trabalho, por exemplo, é normal. Nem por isso, nos pede menos atenção. Porque a fadiga pode, se não for observada ou se não houver a correta atitude, ou seja, o descanso, levar a problemas como insônia, perda de memória e de foco, dificuldades no treino e nas atividades do dia a dia.

CANSAÇO PERIFÉRICO

O cansaço periférico é o cansaço físico, que acomete um ou mais grupos musculares, traz uma dor específica, uma fraqueza muscular, algo que foi muito exigido em um treino, por exemplo. A dor física é sempre consequência de um cansaço periférico que pode ou não ter gerado uma lesão.

 

Leia mais

WOD JAM: conheça as duplas que disputarão a elite do evento

Treinar crossfit com motivações diferentes, é possível?

O que o crossfit ensina sobre dedicação, prioridades e felicidade

 

COMO IDENTIFICAR EM UM TREINO DE CROSSFIT

No caso do cansaço central, pode ser na exigência de coordenação, em WODs com muita mudança de movimento, ou seja, um WOD de três ou quatro movimentos vai cansar muito mais o central do que o físico, ou um Squat Snatch vai cansar mais do que um Push Press, por exemplo. Entender essas diferenças já nos preparam para saber o quanto de atenção teremos que dar para o descanso.

Quando o cansaço é periférico, pode ser consequência de um upgrade no treino, mais volume, mais carga, ativação de outros músculos. Ainda há a possibilidade de uma lesão não curada ainda, ou então de um deslize na hora da prática. Quem nunca?

E COMO RESOLVER?

Como resolver toda essa fadiga pós-treino, aquela dor que incomoda depois de um WOD puxado, ou mesmo aquele zum-zum-zum na cabeça que pede alguns momentos de silêncio. Quatro passos pra você usar:

1- Identifique: falta de foco, “leseira”, muito sono, sem uma dor específica é sinônimo de cansaço central. Se uma determinada área do corpo está dolorida ou não responde bem, é sinal de cansaço periférico.

2- Invista no seu corpinho, ou melhor, na sua saúde: durma, medite, fique em silêncio, vá para a natureza, ouça uma música relaxante se for central. Para periférico, tenha um fisioterapeuta, se necessário. No dia a dia, alongue, faça soltura com a bolinha e com o rolinho, estímulos com o “choquinho”, bolsa de água quente ou fria.

3- Água e alimentação: para os dois casos, não tem pra onde fugir. Comer bem e se hidratar são estratégias para limpar seu corpo e sua mente de qualquer estrago.

4- Suplementação: cada cansaço pede um suplemento diferente. Converse com uma nutricionista e explique direitinho o que você está sentindo.

Se os casos for muito persistente, não vacile: tem algo errado acontecendo. Seja o volume, a intensidade, a alimentação o sono, enfim: reveja suas prioridades e tire o que está a mais para colocar o que está faltando. E bora ser feliz e performar melhor!

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Fernanda Surian

Professora de inglês e português para estrangeiros, competidora de crossfit, apaixonada por viajar, escrever e compartilhar. Vivendo e aprendendo cada vez mais sobre performance para uma v... VEJA MAIS

Compartilhe por email!