Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Comer menos ou treinar mais?

Comer menos ou treinar mais?

Que dilema este, não? Eu preciso emagrecer, ou perder peso. É mais eficiente comer menos ou treinar mais? Devo melhorar minha alimentação diária, reduzindo o consumo, ou aumentar o gasto calórico com maiores volumes e intensidades de atividade física? Apesar de parecer complicado responder a esta pergunta, ela é mais simples do que imaginamos!

Quando precisamos conter uma enchente, fechamos a comporta para conter a entrada desenfreada de água antes de esvaziar o local. Esta é uma analogia muito pertinente que pode ser perfeitamente aplicada ao nosso cotidiano, quando pensamos se é melhor comer menos ou treinar mais.

O processo de emagrecimento está intimamente relacionado à mudança de hábitos alimentares, a uma forte reeducação alimentar com uma dieta bem equilibrada e funcional. Este é um pré-requisito básico para que tenhamos sucesso no esporte, pois a grande maioria das modalidades exige um baixo percentual de gordura corporal para que haja evolução por meio da otimização dos resultados, da longevidade e do bem-estar.

 

Leia mais

As grandes metas e seus ensinamentos

Querer x poder: um eterno duelo

Onde você quer chegar?

 

E como a atividade física entra neste contexto, uma vez que os bons hábitos alimentares são os grandes responsáveis pelo sucesso? A resposta, também, é muito simples!

Além da atividade física contribuir para o aumento do gasto calórico diário, ela possui uma importância grande no processo motivacional. Precisamos de uma meta, ou objetivo, para que possamos focar em uma linha de chegada. Para que isso aconteça, é necessário manter a regularidade e disciplina nos treinos.

Uma alimentação desequilibrada gera desconforto e atrapalha todo este processo. Sentimos na pele este desalinhamento, não é mesmo? Quem nunca correu após ter comido mal e não se sentiu bem durante e/ou após o treino, ou uma prova? Tenho certeza de que não deve ter sido agradável!

Paralelamente a tudo isso, o lado social é muito importante. Precisamos trazer amigos e familiares para nosso lado, tornando-os grandes aliados de nossos projetos. Tê-los na mesma sintonia e energia reduz o risco de boicote à nossa luta pela adoção e manutenção de bons hábitos.

Quem já esteve não muito focado em sua meta e foi convencido por algum colega a ir a uma festa regada de muita cerveja, churrasco e àquelas frituras gostosas? É difícil resistir às tais tentações, ainda mais no final de semana de uma prova importante!

Portanto, a melhor solução para o emagrecimento é adotar bons hábitos alimentares, definir uma meta relevante e ralar muito nos treinos, com regularidade, disciplina e prazer. E ter parceiros por perto.

Bora pra cima, galera!

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Lobo

Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo; sócio-diretor da Lobo Assessoria Esportiva; palestrante de temas sobre qualidade de vida, tre... VEJA MAIS

Compartilhe por email!