Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Comprar tênis no Brasil ou no exterior? Veja dicas

Comprar tênis no Brasil ou no exterior? Veja dicas

Diante da variação cambial, os diferentes momentos da economia e a elevação do dólar, precisamos fazer cálculos com muita atenção quando pensamos em comprar tênis em uma viagem ao exterior. Às vezes, pesquisamos o valor de algum lançamento recente aqui no Brasil e, sem realizarmos qualquer cálculo, optamos por comprá-lo no exterior, sem considerar a variação da moeda americana.

Vamos pegar como exemplo o recém-lançado Asics Gel Kayano 23, um dos modelos mais vendidos da marca japonesa. No Brasil, o valor sugerido e usado pelas lojas revendedoras é R$ 749,90, podendo em boa parte dessas lojas ser parcelado sem juros em até 10 vezes. Algumas ainda dão 10% de desconto, levando o valor para R$ 674,91.

Nos EUA, o Kayano 23 é comercializado nas lojas por US$ 160,00. Considerando que o pagamento poderá ser realizado em cartão de crédito, algumas administradoras de cartões, no fechamento da fatura, cobram até R$ 0,10 acima da cotação do dólar comercial, além do custo do IOF, que é de 6,38%. Além disso, alguns estados americanos cobram as conhecidas “tax” sobre o valor total do produto vendido. Dependendo do estado, ele pode variar entre 6% e 10%.

Por exemplo, comprando com cartão de crédito um Kayano 23 por US$ 160,00 em Nova York será acrescido um percentual de 8,8% sobre o valor total, que passa a ser US$ 174,08. No fechamento da fatura, se o dólar estiver com a cotação de R$ 3,34 e a administradora cobrar R$ 3,44, o valor final será de R$ 598,83 + 6,38% de IOF, ficando um total de R$ 637,04.

Se compararmos com o valor de R$674,91 que informei acima quando compramos em lojas no Brasil e temos o desconto de 10%, a diferença no valor total é de apenas R$ 37,87, sendo que no Brasil ainda é possível parcelar.

Então, para cada modelo que é comercializado aqui e no exterior, independentemente de ser para treino ou para performance, temos de fazer contas e verificar se realmente compensa comprar lá fora.

No meu ponto de vista, para quem vai viajar e quer renovar os pares de treinos e provas, vale comprar tênis de marcas que não são comercializados no Brasil, como Brooks, Hoka, Saucony, Zoot, etc., e também em modelos que não são comercializados aqui. Por exemplo, a Asics tem os modelos DS Racer 11, Tarther Zeal e Tarther Kaios. Nenhum deles é comercializado por aqui. Nos EUA, eles são encontrados em lojas especializadas.

 

Leia mais

Guia de lojas de corrida e triathlon nos EUA

Garmin lança modelo Forerunner 35

Conheça os novos tênis da Saucony para 2017

 

E um último detalhe que temos de nos atentar: quando optamos por comprar tênis no exterior e ele apresenta algum defeito de fabricação, mesmo que ele seja comercializado no Brasil, pode haver problema em realizar a troca por aqui.

Então, faça os cálculos e veja se vale realmente a pena adquirir no exterior um modelo que também é vendido por aqui. Se a diferença de valor for pequena, comprar no Brasil pode ser mais vantajoso.

Bons treinos!

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Roehniss

Graduado em Administração de Empresas com MBA em Gestão em Marketing Esportivo, Rodrigo Roehniss é especialista em tênis de corrida, além de prestar consultoria sobre o universo de pro... VEJA MAIS

Compartilhe por email!