Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Contagem regressiva para a Brasil Ride

Contagem regressiva para a Brasil Ride

Faltam poucos dias para a sétima edição da Brasil Ride, nossa ultramaratona de MTB com sete etapas, que começa no próximo dia 16, e em 2016 muda da Chapada Diamantina para um percurso inédito na região sul da Bahia. No total são 538,8 km e ascensão acumulada de 10.773 m, entre mar e montanhas, com largada no distrito de Arraial d’Ajuda, passando por Eunápolis, Itabela, Guaratinga, região de São João do Sul, e chegada em Arraial d’Ajuda novamente.

Em média, os atletas treinam entre seis meses e um ano para o grande desafio, e faltando duas semanas para a largada o treinamento diminui porque é hora de cuidar muito bem da alimentação, hidratação e descanso. Dormir bem é fundamental para manter o sistema imunológico em ordem, evitando gripe e outros problemas de saúde que poderiam estragar a festa na reta final.

A antecedência para arrumar a mala também é importante, porque a logística não é simples, e esquecer alguma coisa pode comprometer toda a dedicação, investimento e preparação.Para ajudar nessa tarefa final elaborei um “check list” com o que considero importante, e serve de base para acrescentar outros itens.

Boa sorte para os atletas inscritos, nos vemos na Bahia!

Check list Brasil Ride

  • Capacete;
  • Luvas – pelo menos três pares;
  • Óculos;
  • Sapatilha – leve a mais confortável porque com o passar dos dias é comum os pés incharem um pouco;
  • Bermudas de bike;
  • Camisas específicas de bike;
  • Meias para pedalar – uma para cada dia de prova;
  • Corta vento e manguito – de preferência branco;
  • Capa de chuva;
  • Dois jogos de bermuda e camiseta comum para depois das etapas;
  • Pelo menos um conjunto de blusa e calça confortáveis;
  • Roupa íntima, meias e roupas casuais para os dias pré e pós prova;
  • Mochila de hidratação;
  • Duas caramanholas;
  • Bisnaga específica para gel energético – ajuda na economia de espaço no bolso da camisa;
  • Saco plástico (zip lock) para carregar no bolso sanduíche, dinheiro, documento e etc;
  • Suplementação alimentar e hidratação embalados em doses separadas, evitando transportar o pote de suplemento que ocupa muito espaço na mala;
  • Sandália tipo havaianas;
  • Um lençol e saco de dormir;
  • Protetor auditivo (para quem está acostumado a usar, ou faça o teste antes da prova);
  • Produtos de higiene pessoal em frascos reduzidos para o período da prova (escova de dente, fio e creme dental, sabonete, shampoo, bucha, etc);
  • Creme para prevenção de assaduras (para passar já na largada do primeiro dia, porque se não prevenir vai ser difícil remediar);
  • Bloqueador solar (labial também);
  • Repelente para insetos;
  • Pequeno kit com remédios básicos, colírio, pomada cicatrizante, etc;
  • Lanterna de cabeça;
  • Canivete suíço;
  • Cadeado de segredo para fechar a mala e a barraca;
  • Duas câmaras de ar e bomba pequena de bolso, espátula e kit remendo. É proibido transportar cilindros de CO2 no avião, por isso lembre de enviar por alguém que vai de carro;
  • Verifique o perfil do aro da sua bike, porque se for alto a câmara de ar precisa ser a de válvula longa;
  • Power Link (verifique se a sua corrente é de 10 ou 11 velocidades);
  • Multiferramenta de bolso, que contenha chave de corrente, além das ferramentas comuns Allen, Fenda e Philips (apenas um da dupla carrega ferramenta durante a prova);
  • Mini alicate para retirar válvula de pneu tubeless;
  • Remendo para câmara de ar;
  • Lubrificante em frasco pequeno para aplicar na corrente durante a prova;
  • Pequeno frasco com uma dose de líquido selante para pneu;
  • Gancheira do câmbio extra (levar durante a prova);
  • Pastilha de freio extra (se a previsão for chuva, providencie dois pares para cada atleta);
  • Raio reserva;
  • Carregador do Di2 (para quem usa câmbio eletrônico);
  • Pedaço de fita “silver tape” ou esparadrapo enrolado na espátula de tirar pneu do aro;
  • Se sobrar espaço na mala, apenas um pneu reserva para a dupla;
  • Escova pequena e um pano para limpeza e manutenção diária da bike;
  • Saco plástico para depósito de roupa suja que não será mais usada;
  • Um pequeno pedaço de corda de varal e dois prendedores de roupa;
  • Documentos da prova, como atestado assinado pelo médico (obrigatório) e documentos pessoais (conforme o regulamento);
  • Cartões e dinheiro em espécie para não depender de caixa eletrônico;
  • Garmin e carregador identificados com o seu nome para não perder na estação de carregamento;
  • Celular e carregador identificados com o seu nome. Há sinal 3G no acampamento, para Vivo e Claro;
  • “Benjamin”, adaptador para múltiplas conexões ou “T”;
  • Câmera fotográfica;
  • Bike devidamente revisada e testada;
  • Companheirismo, bom humor e espírito esportivo.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Adriana Nascimento

Atleta referência do MTB no Brasil, 11 vezes campeã nacional, campeã Panamericana, pentacampeã do Iron Biker e bicampeã da Ultramaratona Brasil Ride, entre outros títulos acumulados em... VEJA MAIS

Compartilhe por email!