Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

O desafio de correr à noite na montanha

O desafio de correr à noite na montanha

Definir um calendário de provas para o segundo semestre é estimulante. Ajuda a ter motivação, foco e objetivo. No meu caso, estou em busca de provas, digamos, diferentes. Pode ser um novo percurso, uma nova cidade ou até mesmo um novo horário de largada.

Treino à noite. Gosto de correr à noite e sinto que a falta de visibilidade ajuda a aguçar outros sentidos. A audição capta qualquer som. Os odores parecem mais intensos. O sexto sentido aflora.

Leia mais

Cuidando dos pés judiados pela corrida

Perdido nas montanhas: os perigos de entrar sozinho em trilhas

Aprendizados do El Origen Aconcágua

Já tive algumas oportunidades para testar o poder da minha head lamp no mato. Primeiro, é necessário se adaptar à visão mais limitada proporcionada pelo equipamento. Trechos de single track são particularmente desafiadores. Não apenas pela necessidade de um mapeamento muito rápido com visão restrita antes de cada passada, mas pelos diversos buracos que são praticamente impossíveis de serem identificados antes que você já seja vítima deles. Resumindo: é preciso ficar extremamente atento para evitar uma torção e correr elevando bastante os pés. O tempo todo.

Também não é nada fácil descer em terreno irregular apenas com a luz da head lamp. Manter a atenção totalmente concentrada na trilha para não escorregar é fundamental. Outro ponto importante é manter a concentração para não perder a marcação das fitas reflexivas durante provas. Basta um descuido e você estará fora do percurso e totalmente perdido.

Correr à noite é sempre mais desafiador, pois seu mundo se resume à quantidade de lumens de sua head lamp. Por isso, recomendo nunca estrear em uma prova noturna sem realizar um treino test drive para checar seus reflexos, todo o equipamento necessário e, dependendo da distância da prova, até o seu sono.

Se você está se preparando para uma prova noturna ou quer incluir um treino assim em sua planilha, confira algumas dicas:

  • Acompanhe a previsão do tempo no local da prova
  • Analise e estude a altimetria com atenção
  • Cheque previamente sua head lamp e leve sempre baterias ou pilhas adicionais
  • Nunca olhe apenas para a região próxima aos seus pés. Corra com a cabeça elevada e mapeie rapidamente o terreno à sua frente
  • Invista em uma head lamp com boa potência e autonomia. Elas valem cada centavo

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Karen Kornilovicz

Bacharel em Jornalismo, é blogueira e trail runner. Após mais de uma década correndo no asfalto, em 2011 trocou a rua pela montanha. Há um ano, descobriu também a mountain bike e a corr... VEJA MAIS

Compartilhe por email!