Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Correr com música pode animar seus treinos

Correr com música pode animar seus treinos

Muita gente adora correr com música e não consegue treinar sem o embalo de uma boa trilha sonora. Mas será que a música contagia o desempenho de forma positiva ou atrapalha os resultados? Diversos estudos recentes consolidados já responderam a essa dúvida, apontando para a influência significativa no rendimento esportivo. Portanto precisamos entender como utilizar esse recurso de maneira positiva no dia a dia e aproveitarmos ao máximo a energia das músicas naquele treino longo, solitário e também nas séries de velocidade, força e tolerância à fadiga.

Para isso, listei algumas dicas importantes e orientações para correr com música de forma proveitosa:

1. Escolha a playlist ideal para cada tipo de treino: a escolha da música é fundamental para a efetividade dos treinos. Por exemplo, ouvir uma música lenta em uma série de velocidade pode apagar seu rendimento naquela série em ritmo intenso.

2. Cuidado para não se empolgar: ao escutarmos nossa música preferida ou agitada demais, costumamos acelerar o ritmo ou aumentar a carga de peso de um exercício, o que pode levar a lesões ou comprometer a sequência dos treinos.

3. Tenha uma playlist favorita na manga: quando bate a preguiça ou a falta de motivação, aquela playlist favorita pode animar e salvar um treino que tinha tudo para ser perdido. A emoção levará você mais longe e sua mente assumirá novamente o controle.

4. Faça uso adequado dos fones de ouvido (e opte pelo modelo certo): para os treinos indoor, use-os sem moderação! Para correr ou pedalar ao ar livre, muita atenção aos locais movimentados e de alto risco, como avenidas movimentadas, cruzamentos, estradas e parques com grandes aglomerações. Quanto à melhor opção, evite fones com cabos muito longos ligados no celular ou outro dispositivo de música, pois podem atrapalhar seus movimentos. Aposte em fones específicos para a prática de atividades físicas, resistentes ao suor, que se encaixem bem ao ouvido e sejam leves.

5. Evite som alto: o volume no último nível pode danificar sua audição e tirar a atenção externa, em caso de emergência, mesmo em ambientes controlados (academia, por exemplo).

6. Não se isole completamente do mundo: mesmo se a playlist for deliciosa, não deixe de cumprimentar as pessoas ao seu redor. Mantenha-se atento(a) a possíveis conversas e troca de experiências.

7. Leia o regulamento de cada prova: muitos eventos proíbem o público de correr com música e fones de ouvido, por questões de segurança e influência no rendimento.

Então, reserve um tempinho para montar suas playlists e curta correr com música para alegrar aqueles dias mais difíceis!

 

[leiamai

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Lobo

Bacharel em Educação Física pela Escola de Educação Física da Universidade de São Paulo; sócio-diretor da Lobo Assessoria Esportiva; palestrante de temas sobre qualidade de vida, tre... VEJA MAIS

Compartilhe por email!