Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Correr de manhã ou à noite?

Correr de manhã ou à noite?

Vez ou outra sou questionado sobre o meu horário de treino. Se é de manhã, tarde ou à noite. A resposta está na ponta da língua e ela pode ser usada como dica para corredores que treinam em assessorias esportivas ou de forma independente. “Treino no período da manhã'”, pois observo várias vantagens sobre outros períodos, inquestionavelmente.

Ao treinar de manhã me sinto disposto no pós-treino para encarar o dia. Essa energia que sinto de dia para mim não funciona à noite. Explico: quando treino no período noturno os fluidos químicos que o corpo libera me deixam ‘ligadão’, o que me causa um grande problema na hora de dormir. Para voltar ao ‘normal’ levo horas. Ou seja: o que é benéfico no período da manhã (ficar ligado) se torna um problema à noite.

Leia mais

Encaixando o treino

Pare de se sabotar, corra!

Não releve a off-season

Outra vantagem, a meu ver, é que se perder o treino na parte da manhã dá para compensar nos demais períodos, fato que não ocorre à noite. Neste horário o treino perdido, será perdido. Para quem mora em médias e grandes cidades o deslocamento à noite é sempre mais complicado, com trânsito mais intenso, gerando um stress maior para se chegar ao local do treino.

Em épocas como no final da primavera e verão, as chuvas torrenciais que caem no fim da tarde e começo da noite podem ser um limitador para quem não gosta de correr nestas condições, além de claro criar congestionamentos, que como citado no parágrafo anterior causam um stress maior. Seu chefe ou sua empresa pode precisar de você para concluir uma tarefa inadiável, o que pode inviabilizar sua ida ao treino noturno.

Como veem, é muito mais vantagem treinar de manhã do que à noite, e ao meu ver, o mais difícil é pular da cama cedo. Mas no fim das contas esse ‘problema’ transforma-se em vantagem.

E você, qual período prefere?

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 28 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!