Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

O que o crossfit me ensinou sobre companheirismo e competitividade

O que o crossfit me ensinou sobre companheirismo e competitividade

Olhar para o lado e ver que você tem alguém torcendo por você não tem preço, certo? Naqueles dias em que você tá bolado, sem vontade de treinar, ter alguém que te incentive é fundamental. Nos dias em que você tá no gás e precisa de alguém que te chame pra realidade também. No crossfit, assim como na vida, companheirismo e competitividade andam juntos, então é sempre bom ponderar.

Ter um parceiro de treino que te mantenha motivado é fantástico. Nos últimos tempos, comecei a treinar com meu marido e podemos dizer tanto que passamos tanto a treinar mais, quanto a render mais nos treinos. Experiência fala por si, né? Mas essa realidade de motivação vale pra todo tipo de companheiro: amigo, colega de box, irmã, namorada, contanto que a pessoa esteja ali pra somar, mesmo.

Só que temos que lembrar que o crossfit é um esporte competitivo. E a vida é competitiva por si só, não é? Alguns de nós levam isso mais a sério, outros numa boa, mas lembrar que tem hora pra competir e hora pra somar é super importante. E especialmente exercitar a postura dentro e fora do box, porque no WOD você pode até estar competindo por métricas, mas na vida, ou a gente tá junto ou não tá. Não tem meio termo. Pra mim, tem quatro coisas que são fundamentais na relação de parceria dentro do crossfit. São elas:

 

Leia mais

O que o crossfit me ensinou sobre humildade

Afinal, quem pode fazer crossfit? Todos!

Tempo x prioridades: como equilibrar e encaixar seus treinos

 

Ajudar na motivação

Um do outro, todos os dias. Quando treinamos com alguém, é essa pessoa que te ajuda a não dar “migué”, a não faltar no treino. É ela que vai te cobrar aquele peso, aquela dedicação. E, da mesma forma, é ela quem vai demandar de você uma mega ajuda motivacional. É uma troca, lembra? Então cobre, também, incentive, também. Pra vida.

Ajudar a ir além

Pode parecer similar, mas é um patamar a mais na motivação. Ter alguém que conhece sua trajetória pode ajudar você a ir além. Essa pessoa sabe que você pode, ela acredita que você pode e é essa atitude que vai te incentivar também. Te dar a confiança necessária. Faça o mesmo com quem você conhece. Precisamos de mais mãos ajudando do que dando olé.

Ajudar a ser humilde

Ficaram felizes por você? Fique feliz pelos outros, também. É o segundo lugar? E daí, se for o seu melhor, tá tudo certo! Não pode fingir que é parceria e ficar só na competitividade. Ou então ficar sempre se comparando e usar o outro como motivo de frustração. Ficar feliz de forma genuína pelo outro nos faz pessoas melhores.

Ajudar a separar as coisas

São amigos fora do box, também? Se lá dentro vocês competem, fora não pode ser assim. Parceria de verdade tem altos e baixos, momentos bons e ruins, e momentos que são só da competitividade. Se não souber separar isso, adeus amizade. Então, aprenda a separar. Essa parceria pode ser o que vai te ajudar nisso!

Pode parecer meio improvável pra quem tá do lado de fora, mas eu gosto de fazer um paralelo entre o crossfit e a “vida real”. Cada dia é diferente, cada pessoa é diferente. E lidar com essa instabilidade da vida que as parcerias nos jogam na cara é algo extremamente enriquecedor. É daí que vem a maturidade. Dentro e fora do box.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Fernanda Surian

Professora de inglês e português para estrangeiros, competidora de crossfit, apaixonada por viajar, escrever e compartilhar. Vivendo e aprendendo cada vez mais sobre performance para uma v... VEJA MAIS

Compartilhe por email!