Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Cuidados no trail run

Cuidados no trail run

Com o expressivo aumento do número de praticantes de corrida de montanha observado nos últimos anos, os corredores que migram para as trilhas devem tomar alguns cuidados no trail run. Eles são peculiares à prática da modalidade, principalmente, para a parcela de atletas que têm buscado opções de corridas no exterior.

Diferente de corridas em países tropicais, as atenções nos principais destinos no exterior para a prática da modalidade requerem cuidados redobrados. O clima agressivo, imprevisível e instável em destinos como Ásia, Estados Unidos, Patagônia Argentina e Chilena e Europa, que possuem notadamente o predomínio de clima frio, jamais deve ser relevado ou colocado como um detalhe qualquer dentro do plano logístico do corredor.

Alguns cuidados no trail run:

Lastro

Jamais dê o passo maior do que a perna. Tendência observada no asfalto começa a dar as caras no trail. É aquela que o corredor pula etapas da preparação, aumentando seu grau de quilometragem nas provas sem ter lastro na distância inferior.

Seria o caso de querer correr uma maratona sem ter corrido algumas meias-maratonas. No trail, essa tendência é pior pois geralmente o corredor passa de médias distâncias para ultras distâncias.

Diferença

Um quilômetro no trail pode demorar entre 30 minutos a 1 hora a depender do trecho e corredor. Uso esse exemplo real para mostrar que trail e corridas de rua são modalidades bem diferentes.

 

Leia mais

Cuidado com a tromba no trail run

Macetes para migrar do asfalto para trilha

Canelitos e meia de compressão na trilha: vantagens e desvantagens

 

Acessórios

Esse é o ponto de maior atenção. Uma coisa é ficar aguardando um eventual socorro em temperaturas amenas como temos aqui no Brasil, outra é ficar plantado dentro de uma capa térmica no frio congelante, e quiçá, úmido. Investir em equipamentos e acessórios de primeira linha como “anoraks” realmente impermeáveis, e se possível minimalista, é imperativo.

Por exemplo, se suaa corrida tem campos de neve ou glaciares para percorrer, a luva não pode ser as usadas nas corridas de rua. Devem ser luvas impermeáveis, iguais às usadas por montanhistas ou praticantes de ski.

Enfim, seguir estritamente e ter consigo os “equipamentos obrigatórios” relacionados pelo organizador, que sabe as reais necessidades do atleta naquele ambiente, é essencial para uma corrida segura

O trail run é uma modalidade desafiante e acessível para quem tem consciência que com a natureza não se brinca. Principalmente em regiões que fogem ao habitat que o brasileiro está acostumado.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 28 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!