Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Qual a diferença entre o crossfit e o treino convencional?

Qual a diferença entre o crossfit e o treino convencional?

Após um pequeno olhar na indústria do fitness hoje, o que temos de diferente? Quase nada, não é? Muitas academias ainda focam em quantidade de alunos em detrimento da qualidade. Claro, dinheiro é sempre bem vindo, mas a que custo? Quando penso hoje em crossfit, agradeço por esse esporte ter um foco na competição.

Uma das melhores características do crossfit é conseguir manter as pessoas responsáveis. Por exemplo, quando um atleta chega num box, ele vê os resultados dos alunos num quadro branco ou num software que é acessado pelo computador ou pelo celular.

Os atletas têm suas repetições do movimento anuladas (no rep) e esses mesmos atletas têm um feedback (interno e externo) de quando eles não conseguem treinar bem. É um ambiente onde o aluno se sente numa comunidade, mesmo quando o objetivo de quem treina não é ser um atleta.

O surgimento do crossfit e de outras modalidades “funcionais” foi o pontapé inicial para fazer com que a indústria fitness fosse colocada “de volta nos trilhos”. Mas o crossfit ainda é uma gota dentro no oceano em comparação às academias tradicionais (redes nacionais e internacionais).

 

Leia mais

Como o crossfit ajuda na luta contra a obesidade

A diferença entre o crossfit e o strong funcional

A creatina para WODs curtos

 

E tudo que essas academias tradicionais fazem e vendem é pensando apenas em uma única coisa: ganhar dinheiro. Elas não estão preocupadas em manter seus clientes responsáveis com seus próprios resultados.

O crossfit incentiva a competição (entre os atletas e consigo mesmo) e isso faz com que as pessoas exponham os seus resultados ao mundo, o que, por conseguinte, faz com que elas se sintam bem – seja por ver sua colocação em algum campeonato ou algum elogio – e pensem sempre em dar o seu melhor ao buscar desenvolvimento mental e físico.

Essa é uma enorme diferença entre o crossfit, que se preocupa com seus alunos, e algumas academias convencionais e suas propagandas vergonhosas que visam apenas ganhar dinheiro.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Bruno Kokoro

Formado em Educação Física pela Faculdade dos Guararapes/PE, se dedica ao crossfit desde 2009, sendo um dos primeiros treinadores no Brasil e pioneiro em Recife. Primeiro e único treinad... VEJA MAIS

Compartilhe por email!