Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Quais as diferenças entre as bicicletas de estrada, MTB ou triathlon?

Quais as diferenças entre as bicicletas de estrada, MTB ou triathlon?

Ao longo dos anos, as bicicletas evoluíram demais. Desde o seu material, que foi do aço ao alumínio, com algumas marcas arriscando colocar o alumínio com o carbono, e o último dominando o mercado, por sua leveza e rigidez. O custo para adquirir uma bike de ponta não diminuiu muito, mas com certeza as geometrias foram outro aspecto que mudou bastante. Na verdade, esta foi uma das mudanças mais significativas no mundo das bikes. Hoje em dia, a pessoa pode ter 1,50m ou 2,0m de altura e encontrar uma bicicleta que “sirva” para ela. 

Pensemos que a história da bicicleta começou como transporte, logo migrando para as grandes travessias  e viagens. Mas as estradas não eram asfaltadas, e sim do jeito que hoje em dia chamamos de “gravel“, a grande febre do ciclismo competitivo nos últimos anos, ou seja, cascalho, um estradão de terra batida coberta de pedregulhos, um terreno que exige destreza do piloto. 

Voltando um pouco para a história do ciclismo, a evolução é tão rápida que hoje podemos dividir cada modalidade em sub modalidades, ou seja, dentro do ciclismo de estrada encontramos randonneurs, circuitos, endurance, stage race. No mountain bike, temos maratonas, XC (cross country), cicloviagem, all mountain, downhill. No triathlon conhecemos desde as distâncias curtas, como short triathlon, quanto ao ultraman, que são vários Iron Man seguidos. Enfim, são muitas modalidades, claro, mas com tantos modelos de bikes e ajustes diferentes, quais as diferenças entre elas?

> Mountain Bike: As bicicletas desta categoria têm suspensão dianteira ou dianteira e traseira (full), permitindo uma pilotagem boa em pisos com terra, descidas e subidas; e uma ampla relação de marchas que permite pedalar por terrenos super acidentados. Aos que buscam conforto, também é uma excelente opção tanto para iniciantes quanto para entusiastas.

> Estrada: Bicicletas de estrada têm pneus finos, aerodinâmica caprichada e marchas mais pesadas do que no MTB. As bikes desta modalidade são mais rápidas e agressivas, mas hoje em dia, com linhas mais “recreativas”, também permitem que o ciclista pedale por dias sem sentir dores nem desconforto. Normalmente, ciclistas mais baixos têm vantagem nestas bicicletas, por conseguirem uma postura mais aerodinâmica e distribuir melhor seu peso na parte reta das estradas. 

> Triathlon: Ao contrário do que muitos imaginam, as imponentes bicicletas de triathlon nem sempre são muito confortáveis. O apoio para os braços, conhecido como aerobar (ou apenas “clip”) permite que, após a natação, o atleta possa descansar o tronco e os braços, para iniciar a corrida com boa mecânica do corpo. 

 

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Igor Laguens

É formado em educação física, especialista em treinamento de ciclismo e bike fitter certificado pelo Serotta International Cycling Institute. Treinador e diretor da assessoria esportiva ... VEJA MAIS

Compartilhe por email!