Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Faça provas menores antes da prova-alvo

Faça provas menores antes da prova-alvo

Uma das estratégias utilizadas por alguns treinadores de corridas é colocar seus atletas para participar de competições como treinos dentro do grande ciclo de treinamento. Na verdade, o que se faz é utilizar provas de distâncias menores para testar variáveis que serão encontradas na prova-alvo.

Digamos que seu objetivo é correr uma maratona com seus 42.195 metros em determinado tempo. Utilizar dentro do ciclo de treinamento, por exemplo, duas a três provas de 21km é uma estratégia-teste para o corredor e o treinador saberem como o atleta vai se comportar no desafio principal.

Se o objetivo de um corredor é correr uma maratona e completá-la em 4 horas, correr algumas meias maratonas sub-2h, entendendo como o atleta se porta (de que quilometro a quilometro se sentiu bem ou não), se o pace varia muito ou é constante, etc, são dados que podem extrair informações relevantes e ajudar no auto conhecimento do atleta, adequando o treinamentos e tirando lições do que funciona ou não.

Leia mais

Musculação é essencial para corredores

Etiqueta na corrida: como correr sem atrapalhar ninguém

A importância de ler o regulamento de corridas

Se um corredor almeja ser um sub-4h, mas na meia maratona seus tempos são superiores a duas horas, os objetivos devem ser revistos, ao menos, por hora.

Outro ponto positivo de usar provas como testes é fazer circuitos que se utilizem de uma mesma distância e percurso, como o Circuito das Estações, organizado pela Norte Mkt, e que conta com quatro etapas anuais.

Utilizando as etapas em um mesmo percurso, tanto o treinador como o corredor podem observar a evolução – ou não – do tempo final, e é possível avaliar sob análise comparativa onde o corredor se dá bem (subida perde pouco ritmo, por exemplo?) ou se dá mal.

Outro ponto de utilizar de provas é poder fazer testes de equipamentos e escolher qual o melhor tênis que se adapta ao atleta. É possível também testar se aquele gel desce redondo ou ele deve ser substituído por outro sabor ou marca, ou simplesmente ser descartado.

Enfim, são testes de autoconhecimento focados em um objetivo maior para evitar surpresas futuras onde está o foco principal, que é a prova-alvo.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 31 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!