Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Kit básico para o corredor iniciante

Kit básico para o corredor iniciante

Já estamos em setembro e grande parte da população sedentária está iniciando o ‘Projeto Verão’. Aquele mesmo projeto prometido para entrar em vigor no dia 2 de janeiro, mas que só agora está saindo da lista de desejos. Uns indo caminhar, outros indo para a academia e alguns correndo. Ao final do verão, o corredor iniciante estará contaminado pelo mosquitinho da corrida. Sabendo que era necessário um tênis, um calção e, no caso das mulheres mais um top, foram lá e começaram a correr.

Mas muita gente se assusta quando chega no mundo running atual e é bombardeado com termos e expressões de uma comunicação própria da comunidade de corrida brasileira. É pace, running, finisher, top ten, crew, low, e todas essas terminologias se reverberam para uma infinidade de itens de equipamentos e acessórios que a indústria esportiva desenvolve para preencher as necessidades dos praticantes de corridas.

Leia mais

A pressão das redes sociais

Fake news no mundo running: cuidado para não ser outra vítima

Corrida full-time

Obviamente, se o novo corredor tiver condições de comprar toda a loja pode fazê-lo, mas não é necessário porque ele pode começar a correr (ao menos no primeiro mês) com o equipamento básico.

Levo em consideração para classificar um ‘novo-corredor’ se a pessoa corre até 30 km semanais ou até três seções de treinos no período. Pode-se ter anos de corrida, mas ainda possuir hábitos de corredor-iniciante como pouca rodagem, pouca frequência. Nesse caso, a demanda por material mais pensado não se faz urgente, mas pode crescer ao longo do tempo igual a sua fatura do cartão de crédito.

Mas vamos lá. Seguem as sugestões para começar essa vida running dentro dos parâmetros acima mencionados:

Dois pares de tênis: Um mais estruturado da categoria amortecimento e um com perfil mais baixo com drop entre 8 a 12mm. Caso só possa ter um par, priorize o modelo estruturado.

Dois calções: Um de corredor tradicional (abertura lateral) ou um mais longo a depender do gosto pessoal, e outro de compressão para dias mais frios ou para ser usado como under wear sob outro calção. Enfim, dois é um bom número visto ser uma peça que suja muito. Mulheres podem optar ainda pelos calções-sainha.

Camiseta: prefira as de tecidos tecnológicos. Depois que começar a competir terá uma infinidade de camisetas para usar. Se faz parte de alguma assessoria esportiva parte do problema está solucionado.

Corta-vento: para ser usado em dias mais frios e que pode ser utilizado antes, durante e após as corridas. Item importante para a saúde do corredor, cuja modalidade tem abrupta variação térmica entre estar em atividade versus período off.

Meias: sem costura são as ideais para evitar bolhas.

Mochila ou sacolinha: útil para guardar a nova “tralha”.

Cronômetro: por mais que o corredor seja lento, cronômetro é o item mais motivacional e perceptível ao corredor. Importante que contenha um cronômetro para iniciar na arte da corrida.

 

 

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 28 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!