Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Lesões da corrida: respondendo dúvidas dos leitores

Lesões da corrida: respondendo dúvidas dos leitores

Na semana passada, fizemos uma live na fanpage da O2Corre Brasil convidando os usuários a perguntarem suas principais dúvidas sobre lesões da corrida. Escolhi algumas questões que ficaram de fora da live para respondê-las. Tem dúvidas? Veja se a sua pergunta foi esclarecida abaixo.

 

Ale Fonseca: Quais são as melhores formas de prevenir lesões da corrida?

A melhor forma é apostar em exercícios educativos e fortalecimento na academia. Além disso, utilizar vestuário e equipamentos adequados para a prática da corrida, principalmente o tênis.

 

Joseane Cordeiro: Tenho tendinite no joelho. Como posso cuidar?

Depende do grau de tendinite que você apresenta. Algumas vezes você precisa parar completamente as atividades. Outras vezes, sessões de fisioterapia associadas a medicações analgésicas e anti-inflamatórias podem solucionar o problema.

 

Bruno Vitorio: O que fazer para tratamento de bursite no retrocalcâneo que me dói há 3 meses? Faço alongamentos diários e fortalecimento, mas não adiantam.

Quando os alongamentos e sessões fortalecimento não surtem efeito, a solução é recorrer à fisioterapia e outros tratamentos auxiliares.

 

Ricardo Lira: Tenho desgaste na cartilagem do fêmur esquerdo. Me foi indicado aplicação de “gel”. O que é mais indicado neste caso?

Existem vários tratamentos para lesões de cartilagem: analgésicos, anti-inflamatórios, fisioterapia, colágeno do tipo I e II, glincosamina e infiltrações com ácido hialurônico. Se não obtiver sucesso com analgésicos e fisioterapia, a infiltração com ácido hialurônico pode ser uma boa alternativa.

 

Leia mais

Descubra qual a frequência cardíaca ideal para emagrecer

5 verdades para quem quer começar a correr

Alongamentos antes da corrida: o que não fazer

 

Camilla Jorge: Fascite plantar e esporão têm cura? Como tratar?

Sim. A fascite plantar é um encurtamento da capa (fáscia) que reveste os músculos dos pés. Sessões de fisioterapia e alongamentos costumam ser bem efetivos. Já o esporão é consequência da fascite plantar.

 

Caroline Valente: Tenho bursite no ombro e uma protusão na cervical (C5/C6). Ao correr, sinto que as dores no ombro e pescoço estão aumentando. O que posso fazer?

Você não deve sentir para poder correr. É recomendável realizar um tratamento prévio com analgésicos e anti-inflamatórios e sessões de fisioterapia para melhorar. Também vale consultar um especialista em ombro e coluna. Outra dica é fazer um teste biomecânico que pode ajudar a verificar se há sobrecarga de movimentos no tronco e membro superior.

Live: respondendo dúvidas sobre lesões da corrida

 

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Fellipe Savioli

Triatleta amador, Fellipe Savioli é médico pós-graduado em medicina esportiva pela UNIFESP – Universidade Federal de São Paulo (SP), pós-graduado em nutrologia pela ABRA – Associaç... VEJA MAIS

Compartilhe por email!