Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Minimalismo: uma categoria que não emplacou no Brasil

Minimalismo: uma categoria que não emplacou no Brasil

Os modelos já são difíceis de serem encontrados por aqui. Algumas marcas que chegaram a comercializar modelos minimalistas (considerando drop zero) no Brasil – como Five Fingers, Mizuno, New Balance, Saucony e Skechers – pararam com o negócio.

A Five Fingers, que vendeu modelos como o Bikila, um dos mais conhecidos entre os corredores, desapareceu de cena por aqui. A Mizuno tinha dois modelos desta categoria: o EVO Cursoris e o EVO Levitas. O modelo praticamente durou somente uma coleção, tanto nos EUA quanto aqui no Brasil. A New Balance certamente foi a marca que por mais tempo comercializou os modelos conhecidos como “Minimus”. Os mais conhecidos dos corredores eram o Minimos 00 Road e o Hi-Rez. A Saucony, por sua vez, começou com o modelo Hattori (que em sua primeira edição era com velcro e, na segunda, passou a ter cadarço) e em seguida lançou o modelo Virrata. E por fim, a Skechers teve por algum tempo o modelo GoBionic. Estes modelos se mantiveram no mercado Brasileiro entre 2010 e 2014. A única marca que ainda tem seu modelo minimalista comercializado no Brasil é a Puma, com o Faas 100.

Mas por que os tênis minimalistas não despertaram o interesse da maioria dos corredores? É certo que muitos não gostam da sensação de estarem correndo descalços. Além disso, quando começou a divulgação destes modelos pelas marcas nos veículos especializados, alguns corredores acostumados com modelos com maior amortecimento e estrutura resolveram investir em um tênis minimalista. Assim, sem uma boa transição de um tênis para outro, acabaram se lesionando.

No mercado americano, as marcas esperavam uma maior demanda, o que não ocorreu. Alguns modelos que citei também pararam de ser comercializados por lá. Obviamente, os EUA tem um nicho de corredores que gostam de tênis minimalistas. Mas este número é muito pequeno para o tamanho do mercado e os milhares de corredores. Lá, sim, é possível encontrar algumas marcas que priorizam o desenvolvimento de modelos da categoria minimalismo do que os considerados ‘normais’, como Skora e Merrell, por exemplo.

Este é o mercado de tênis de corrida e suas peculiaridades. Bons treinos! 🙂

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Roehniss

Graduado em Administração de Empresas com MBA em Gestão em Marketing Esportivo, Rodrigo Roehniss é especialista em tênis de corrida, além de prestar consultoria sobre o universo de pro... VEJA MAIS

Compartilhe por email!