Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Não se compare a ninguém

Não se compare a ninguém

Corra e treine para você e só por você. Essa forma de encarar a corrida é amplamente libertadora em época de redes sociais, em que a comparação a outras pessoas é inevitável.

O tênis dele é o último tipo e que custa um salário e meio. Fora o GPS que custa uns seis meses de trabalho de um assalariado. Sem contar as últimas viagens que fez ao redor do mundo, com resorts internacionais e selfies em lugares cinematográficos.

Não é à toa que o board do Facebook e Instagram começou a retirar os likes das publicações, quando estudos apontavam para o declínio da saúde mental dos usuários das plataformas, causado pela descarga de dopaminas e seu prazer de gota em gota, ou, de like em like, como queiram.

Sabe o cara ou a mina que são mais rápidos? O cara ou a mina que moram mais perto do parque que você? O cara ou a mina que têm melhores equipamentos que você? O cara ou a mina que viajam para maratonas mais badaladas que você nem sonha em poder fazer?

Deixe eles. Esqueça deles. Viva a sua corrida. O seu dia a dia. Tente trazer o desafio para si e, dentro de suas posses materiais e de tempo, encaixar a corrida no mínimo três dias por semana em sua rotina. E que isso se torne sagrado.

Torne-se um corredor em sua essência e não se compare a ninguém.

Faça sua corrida e seja feliz!

Leia mais

E quando tudo dá errado?

Esporte precisa de ídolos

Constância e regularidade: os segredos da corrida

 

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 31 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!