Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Nike Zoom Fly Flyknit X Vaporfly Flyknit 4%: em qual apostar?

Nike Zoom Fly Flyknit X Vaporfly Flyknit 4%: em qual apostar?

As novas edições do Nike Zoom Fly Flyknit e do Vaporfly Flyknit 4% se apresentaram ao mercado recentemente e, como era de se esperar, o Vaporfly Flyknit 4% lançado semanas antes do Zoom Fly esgotou rapidamente no e-commerce da Nike em todo o mundo. No site da marca Brasil, acredito que algo entre 200 e 300 pares foram disponibilizados para vendas no site, considerando que algumas pessoas que compraram tiveram problemas com relação ao descolamento na área do calcanhar.

Eu até tentei comprar, mas não tive a mínima chance, pois quando entrei no site todos os pares haviam evaporado.

Duas semanas após o lançamento do Vaporfly Flyknit, optei por comprar o novo Zoom Fly, agora com placa de carbono e o cabedal em Flyknit como o do novo Vaporfly. Pra mim, a nova edição veste bem mais confortável do que a anterior. Porém, tive que comprar meio número maior do que o anterior. O mesmo fiz quando comprei o Vaporfly Flyknit semanas atrás, já que a forma de ambos os modelos são semelhantes.

Leia mais

Hoka EVO Carbon Rocket+: lançamento em 2019

Skechers GoRun Razor 3 Hyper: novo design com “cara” de performance

Brooks Ghost 11 e Glycerin 16 chegam ao Brasil

Já fiz alguns treinos com o Zoom Fly de no máximo 15km e com ritmos diferentes.  Correndo com ele em ritmo leve, basicamente 1 minuto acima de um treino de ritmo, ele é um tênis com batida seca, ou seja, a placa de carbono não trabalha. A partir do momento em que comecei a acelerar, o tênis passou a responder em virtude da placa de carbono.  Comparado com a edição anterior, o novo Zoom Fly teve uma evolução considerável e, para mim que comprei o tênis, valeu o investimento.  Eu considero o Zoom Fly como um trainer performance que é possível ser utilizado nos treinos diários, assim como treinos de velocidade e provas.

O novo Vaporfly Flyknit 4% comprei em uma Niketown nos EUA, mas nem a marca e nem a própria loja que comprei fizeram qualquer divulgação prévia, informando que receberiam o modelo para venda. Como não mudou base de entressola e solado, a resposta continua perfeita. Houve melhora, no meu ponto com a nova malha de cabedal em flyknit. Os pés ficam mais firmes e estáveis.  

Recentemente fiz um treino de 12km, colocando um pé de Vaporfly e outro de Zoom Fly e há uma diferença grande de resposta e também na percepção do peso de cada um. Obviamente o Zoom Fly é mais pesado. A diferença de peso por pé é de 58 gramas. Para estes dois modelos optei por comprar meio numero maior, passando de 10.5 nas edições anteriores, para 11US nas edições atuais.

Como o valor do Vaporfly 4% é de assustar qualquer bolso, seja no Brasil (R$1.399,00) ou nos Estados Unidos (U$250,00), e além disso estar esgotado, acho que vale para quem tiver interesse, experimentar o Zoom Flyflyknit e inicialmente sentir se veste bem. O Zoom Fly é comercializado em lojas da Nike, algumas especializadas e algumas lojas de rede.

Informações Técnicas – Nike Zoom Fly Flyknit

Categoria: Trainer Performance
Pisada: Neutra
Drop: 10mm
Peso: 269gr – *tamanho do modelo que tenho (11US)
Finalidade: Treinos diários, de velocidade e provas de curtas e longas distâncias.

Informações Técnicas – Nike Vaporfly Flyknit 4%

Categoria: Performance
Pisada: Neutra
Drop: 10mm
Peso: 211gr – *tamanho do modelo que tenho (11US)
Finalidade: Treinos  de velocidade e provas de curtas e longas distâncias.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Roehniss

Graduado em Administração de Empresas com MBA em Gestão em Marketing Esportivo, Rodrigo Roehniss é especialista em tênis de corrida, além de prestar consultoria sobre o universo de pro... VEJA MAIS

Compartilhe por email!