Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Prós e contras na hora de escolher as provas de corrida

Prós e contras na hora de escolher as provas de corrida

Quem corre sabe o quão desafiador é escolher as provas de corrida para fazer durante o ano. São inúmeras opções, tanto no país em que você mora quanto em outros países.

Eu sempre gostei de viajar. Já viajei muito a trabalho, pude conhecer os lugares mais recônditos que se possa imaginar no Brasil, assim como já conheci alguns países do mundo. Por isso também pude fazer boas provas de corrida no Brasil e no exterior.

Quero então conversar com vocês os prós e contras de cada uma destas escolhas e que poderão, em um futuro, quem sabe auxiliá-los a fazer a escolha certa das suas provas.

Como escolher as provas de corrida para fazer no ano

O número de eventos

A primeira característica a ser analisada é quantas provas você pretende fazer durante o ano. Alguns devem pensar: “número de provas? Imagina, nem penso nisso, geralmente vou me inscrevendo conforme a turma vai convidando”.

E por que é importante saber quantas provas você pretende fazer durante o ano? O primeiro ponto é que você deverá ter um calendário de treinos para este período que seu professor irá personalizar.

Portanto ele precisa ter um direcionamento através das suas intenções, para que ele possa escalonar os volumes corretamente, fazer o trabalho de fortalecimento adequado, evitando assim possíveis lesões que podem inviabilizar totalmente seu cronograma de provas.

Orçamento

O segundo ponto, muito importante, e que será a nossa segunda característica de análise: o quanto de dinheiro você estará disposto a direcionar a este fim.

Vamos falar de budget. Se não pararmos para planejarmos, podemos gerar alguns desfalques importantes em nosso orçamento e, acreditem, deixar de honrar com as contas primárias e prioritárias.

No Brasil, o valor de inscrição de provas varia normalmente entre R$50 a R$300. Portanto, vamos considerar o valor médio em R$175.

No exterior, o valor das inscrições varia muito. Mas você pode encontrar os preços variando de 80 dólares a 700 dólares – estre o preço do Desafio do Dunga, na Disney. Portanto, usamos como média o valor de 200 dólares, ou aproximadamente R$ 720.

Percebem que o custo de inscrição para uma prova fora do Brasil pode ser o valor equivalente a cinco provas no Brasil? A ideia é trazer a vocês a noção de valores e o quanto pode ser gasto em uma corrida.

Leia mais

Em busca da maratona perfeita

As grandes oportunidades nas adversidades

O que é melhor: o mosquitinho da corrida ou um propósito?

O local

A terceira característica é o local da prova. Mas como onde a corrida é realizada pode impactar meu orçamento, se só vou participar de eventos no Brasil?

Se você não é da cidade de Florianópolis, por exemplo, e optou em fazer a Maratona de Florianópolis, você terá o custo de hotel, transporte, alimentação, etc.

Qualquer prova de corrida fora da sua cidade irá gerar um custo de acomodação, transporte e alimentação, pelo menos. Dependendo da cidade que escolher, estes custos variam muito. Diárias em hotéis medianos em São Paulo variam de R$160 a R$250. Em Florianópolis, de R$80 a R$300 – sem levar em conta a influência da localização na cidade e a época do ano.

Para provas fora do Brasil, esta variável é ainda mais forte. Há os mesmos custos com acomodação, transporte e alimentação, mas com a influência da moeda. Nos Estados Unidos, por exemplo, você encontra diárias em hotéis medianos de 40 a 80 dólares (de R$150 a R$300).

Dependendo da cidade será a prova, este valor pode ser ainda mais alto, chegando diárias de 250 a 500 dólares, como ocorre em Nova York.

Presença de torcida

Um quarto ponto que considero interessante ser analisado para escolher as provas de corrida é o número de torcedores. E nisso os estrangeiros ganham dos brasileiros descaradamente.

Maratonas e corridas menores fora do Brasil são geralmente muito cheias, principalmente as mais conhecidas. A cada quilômetro há diversas pessoas torcendo pelos corredores e dando aquela dose extra de ânimo e força.

No Brasil, são poucas as provas que são supercheias. E, acreditem, devido a este “vazio” e pelo fato de algumas maratonas passarem por algumas áreas mais afastada, têm acontecidos alguns assaltos durante as provas.

Um fato muito triste quando paramos para pensar que estamos ali para uma diversão e, para muitas pessoas, é a prova da vida delas.

Infraestrutura

A quinta e última características que iremos analisar é a questão da infraestrutura de prova.

Algumas pessoas podem não se importam com este ponto, mas há muitos atletas passaram mal e morreram em provas pela falta de equipes de segurança e resgate; pela falta de pontos de hidratação em provas; pela falta de equipe de apoio; ou pela falta de meios de comunicação e transporte.

Isto ocorreu comigo em 2016 na Maratona de Buenos Aires, em que fui acompanhar uma amiga, e iria encontrá-la no km 28. Neste dia, ela teve o rompimento de um cisto ovariano durante a prova e começou a ter muitas crises de vômito e sangramento.

Por alguns quilômetros ela insistiu em continuar, mas neste período não vimos sequer uma ambulância ou tenda de primeiros-socorros. Só por volta do km 37 conseguimos ajuda.

Percebem o quão importante é estarmos atentos a diversos fatores na hora de escolher uma prova de corrida de rua? Para alguns isso pode passar batido, até viverem uma experiência ruim ou estourarem o orçamento da casa pelo mal planejamento de uma prova fora do país.

O importante é estarmos sempre atentos e cuidar de tudo que possa impactar na nossa tão estimada e esperada corrida. É aproveitar toda a preparação, com seus devidos cuidados e atenção, para que o grande dia seja de plena alegria e diversão.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Anita Moraes

Mãe da Laura, corredora, engenheira, happiness e health coach e dona do perfil no Instagram @anita_pelomundo. Assim como tudo o que faz na vida, tem uma sede grande por autoconhecimento e b... VEJA MAIS

Compartilhe por email!