Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

As provas noturnas no Brasil

As provas noturnas no Brasil

Um dos maiores sucessos em termos de formato de competições existentes no Brasil está na Night Run ou corridas noturnas em bom português. O formato é antigo, mas a nova roupagem que se iniciou neste tipo de prova no início dos anos 2000 com a criação da Fila Night Run, que chegava a ter até 12 mil competidores por suas várias etapas ao longo do ano, deu nova dimensão ao formato.

Com o tempo, o nicho deu uma regulada de mercado: menos provas, mas de maior qualidade organizacional e com elevado engajamento a nível de entretenimento. Isso levou atletas de todos os aspectos a correr de noite.

Mas nem só de provas noturnas vive o corredor. Treinos são constantes, levando centenas de milhares de pessoas a optarem por treinar no período noturno.

 

Leia mais

A questão das categorias de corridas no Brasil

Como recomeçar do zero na corrida

Pulem fora, pipocas

 

Algumas coisas que levo em consideração para correr de noite:

Atenção

É a primeira regrinha a seguir. É tentar equacionar perguntas como, “Onde vou pisar? Onde vou atravessar a rua ou virar de mão no parque?”

Luz como aliada

Parece um paradoxo o fato de a luz ser a maior amiga do corredor em treinos noturnos. Não fuja dela. Use-a sempre que possível. Faça-se perceber ao motorista ao lado! Aponte o semáforo de forma amigável. Ao menos se mostre presente. Você foi visto à noite! Em locais sem boa iluminação, usar uma headlamp é uma alternativa.

Vestuário

Nos treinos, roupas claras ou brilhantes como verde-limão, amarelo-ovo e laranja-nectarina e suas congêneres são bem-vindas. Basicamente todas as marcas comercializam roupas – e mesmo tênis – que possuem material reflexivo. Opte por eles na hora da compra.

Beleza

Tomando as devidas precauções, curtir a prova ou treino olhando para aquela lua faz bem para o pace.

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Harry Thomas Jr

Jornalista especializado em corridas de rua desde 1999, Harry competiu pela primeira vez em 1994 e desde então já completou 31 maratonas – sendo três sub 3 horas: São Paulo (2h59min30)... VEJA MAIS

Compartilhe por email!