Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

7 razões para você dar uma chance ao triathlon

7 razões para você dar uma chance ao triathlon

Você se exercita porque ama, para se mexer, para suar, para emagrecer, você se exercita… mas… de repente você para, ou se vê impossibilitado de continuar.

Seja lá qual for o esporte, corrida, spininng, tênis, remo, quem nunca se viu nessa situação? Querer treinar e não poder. Querer treinar, porém algo novo. O corpo e a mente já não sabem mais viver sem isso. O que fazer então? Por que não dar uma chance ao triathlon?

Razões para dar uma chance ao triathlon

Minimizar lesões

Todo e qualquer esporte pode gerar lesões por overuse de tendões, articulações, ligamentos e grupos musculares. Principalmente quando o praticante é um aficionado e visa performance, isso é muito comum. Pelo fato de o triathlon envolver o treinamento de três modalidades – natação, ciclismo e corrida – os movimentos e o fortalecimento são mais abrangentes.

O maior repertório motor, a exigência de diferentes grupos musculares, a alternância entre terrenos e ambientes, são alguns fatores que contribuem para minimizar a incidência de lesões por overuse.

Mas como nem tudo é perfeito, todos estamos suscetíveis a nos lesionar, mesmo praticando triathlon. O lado bom disso tudo é que no TRI você acaba tendo, no mínimo, uma modalidade que poderá continuar treinando e contribuindo para a manutenção do seu condicionamento físico, além de manter em níveis ótimos a sua dose diária de endorfina.

Seu potencial pode estar em outra modalidade

Como corredor, ou ciclista, ou nadador você treinava muito e quando participava das provas nunca conseguia uma boa colocação na sua categoria. Aí você, um fanático por esportes de endurance, se joga de cabeça no triathlon e logo percebe que a sua classificação nas provas melhorou muito!

“Opa! Parece que o triathlon equilibra meus potenciais e minhas deficiências e eu me dou muito melhor nas competições!”

Um pórtico para chamar de meu

Diferentemente da corrida, uma grande prova de triathlon tem cerca de 2000, 3000 competidores, como é o caso de um Ironman. Além disso, por se tratar de três modalidades, a dinâmica da prova é frenética e a alternância de posições é constate.

Conclusão, você sempre terá aquele prazer de cruzar a linha de chegada, se não sozinho, mas compartilhando esse momento único com bem poucos competidores.

É aquela foto que você sempre sonhou em ter, chegar “sprintando” com o adversário, ou chegar sozinho de braços para o alto, sorrindo, gritando e comemorando sua conquista. É….coisas do triathlon….

Adeus monotonia

Por mais que amemos muito um esporte, às vezes bate um desânimo, uma monotonia, uma vontade de mudar, ou de tentar algo novo. Por que não respirar novos ares? Acreditem, o triathlon é de um dinamismo singular! Cada dia, cada treino, cada prova é uma emoção diferente. Empolga, apaixona, vicia três vezes mais que um único esporte!

Leia mais

HIIT e esportes de endurance. Por que esse método de treinamento é tão poderoso

Seu sonho é uma vaga no Ironman do Havaí? Faça como o Pacheco!

Triathlon: como e por onde começar?

Um novo desafio

Quem nunca realizou um sonho ou superou um grande desafio, daqueles que exigem muita dedicação e disciplina, e depois de tudo se perguntou: “E agora, o que vem depois?”

Bate aquele vazio “pós missão-cumprida”, ficamos sem saber o que fazer. Tente o triathlon! Você irá se sentir renovado praticando esse esporte desafiador e de beleza plástica.

Aumente sua rede de relacionamentos

Muitas vezes, quando você se matricula naquela aula de tênis, na aula de spinning, ou até mesmo naquele grupo de corrida, além do objetivo principal, – treinar e se mexer – você também quer melhorar a vida social, bem como a sua rede de relacionamentos, seu networking.

Se você der uma chance ao triathlon, de imediato estará inserido em quatro grupos, os triatletas, os nadadores, os ciclistas e os corredores. Que tal? Parece que quadruplicou o número de amigos, colegas e pessoas com as quais você pode se relacionar para os mais diversos fins.

Mais organização e disciplina

Nadar, pedalar e correr (bem) exigem um mínimo de disciplina que é um pouco além do que experimentamos quando praticamos um único esporte. E para treinar bem, o triatleta também tem que aprender a administrar compromissos familiares, profissionais e esportivos. É aprendizado para vida.

Nesse momento você aí deve estar questionando. “Mas o triathlon é tudo de bom mesmo? Sucesso garantido? Só alegria?” Claro que não.

O triathlon também tem seus entraves, suas dificuldades, seus pontos negativos, seus dissabores. Mas isso é assunto para uma outra oportunidade.

Forte abraço e bons treinos!

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rogério Carvalho

Mestre em estudos do esporte pela EEFE-USP, especialista em treinamento desportivo, treinador certificado pela Ironman University e Head Coach da Endurance Sports Coaching Brasil. Também é... VEJA MAIS

Compartilhe por email!