Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Corrida: santo remédio

Corrida: santo remédio

Amigos, a corrida é mesmo um santo remédio. Um remédio cujos efeitos positivos, ao menos no meu caso, podem ser comprovados com dados. E olha que estou longe de ser um caso exemplar. Há quem tenha obtido resultados muito, muito mais expressivos do que eu. Por exemplo, o meu amigo das pistas de treino Oswaldo Silveira, que aos 83 anos, completou a Meia-Maratona do Rio com o tempo de 2h10, sem forçar. Que tal?

O hábito de correr, se não chega a ser a cura para todos os males, é sem dúvida o remédio para grande parte deles. Conheço gente que, ao entrar para um grupo de corrida, já curou coisas como dor de cotovelo, baixa autoestima, dificuldade de fazer amigos e até falta de namorada.

Mais do que a redução do colesterol, porém, a grande transformação que a corrida promove em nossas vidas tem a ver com os nossos hábitos. Quando a gente chega para trabalhar, depois de um puxado treino de ritmo de 10 km, não há como achar aflitivo um debate com o chefe. O mais difícil já ficou para trás. E o mais difícil é o sono, a preguiça, o conformismo e a falta de gana, entre outras coisas. Livre-se desses venenos usando o recurso certo: o santo remédio da corrida!

Se o seu objetivo é correr melhor, saiba que é sempre possível melhorar — e que, mais importante do que baixar tempos, é não abaixar a guarda. E se você lê a O2 apenas para renovar sua crença no santo remédio, faz muito bem. Leia sempre! Corra sempre! Tenho certeza de que, se cumprirmos nossas planilhas direitinho, quando tivermos a idade do seu Oswaldo leremos a edição comemorativa do cinquentenário da O2. Quem correr verá.

(Coluna publicada na Revista O2 – edição #121 – maio de 2013)

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Marcos Caetano

Sócio da empresa de comunicação estratégica Brunswick Group e cronista esportivo.... VEJA MAIS

Compartilhe por email!