Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Tênis que valem ser experimentados em uma viagem ao exterior

Tênis que valem ser experimentados em uma viagem ao exterior

Com a atual situação econômica do país, não precisamos fazer muita conta para termos a certeza de que vale mais comprar tênis no Brasil do que no exterior. Já escrevi até escrevi um artigo comparando preços de alguns modelos de performance que vendem aqui e nos EUA.

Na minha opinião, o que acho válido comprar fora do Brasil (seja EUA ou Europa) são modelos que não são vendidos no País, ou que nem há previsão de vendas, visto que algumas marcas não têm operação no Brasil.

Só que só faz sentido comprar depois de testar o tênis na loja, caso tenha uma esteira, ou pelo menos dar um leve trote dentro da loja. O calçar é imprescindível no meu ponto de vista.

Dentre os diversos modelos de diferentes categorias que não estão presentes no mercado brasileiro, separei 17 que valem a pena serem experimentados em sua próxima viagem ao exterior, de acordo com sua estrutura corporal e objetivos de treinos e provas.

Amortecimento (Neutro)

Altra Torin 4

A característica dos modelos da Altra é forma larga e zero drop. O Torin é o modelo de rodagem da marca, bem confortável, com relação a maciez e estabilidade, mas principalmente ao vestir.

Preço: 120 dólares

Altra Torin 4

Hoka Elevon

Para quem se lembra do Hoka Vanquish, o Elevon entrou para substituí-lo. Um pouco mais leve do que o Bondi, outro modelo de amortecimento da Hoka, o Elevon é uma boa opção para quem quer um tênis confortável para rodagem sem compromisso de performance.

Preço: 160 dólares

Hoka Elevon 4

Hoka Rincon

Eu comprei um no mês de julho e não me arrependi do investimento. O maior receio seria o surgimento de bolhas na área do arco dos pés. Felizmente não aconteceu. Ele é bem leve, não tem a densidade da espuma de entressola mole, mas não tem uma batida seca.

Na minha opinião, o modelo está bem parecido à primeira edição do Clifton, porém mais estável e vestindo melhor, além de ter a malha de cabedal com tramas abertas facilitando a ventilação.

Preço: 115 dólares

Hoka Rincon

Saucony Ride ISO 2

O Ride já passou por muitas atualizações. Se fosse considerar esta desde a primeira edição lançada com o nome, seria a 12ª. Um bom modelo para treinos diários.

Preço: 120 dólares

Saucony Ride Iso 2

Skechers MaxRoad 4

Será lançado no início de outubro no mercado americano, e no Brasil deve chegar só em fevereiro de 2020. Esta edição está mais leve que a atual, além de ter uma malha de cabedal mais flexível e que causa menos atrito com pés.

Preço: 125 dólares

Skechers MaxRoad 4

Leve Estabilidade

Leia mais

Hoka Carbon X: um possível rival do Nike Vaporfly Next %?

Novo Skechers GoRun 7 aposta na tecnologia Hyperburst

Tênis de corrida: o ajuste fino através da consultoria

Altra Provision 3.5

Uma boa opção para corredores que optam por modelos de leve estabilidade assim como de forma larga.

Preço: 120 dólares

Hoka Arahi 3

O modelo tem uma nova malha de cabedal agora com tramas abertas e tecido mais flexível. Corredores e triatletas já usaram edições anteriores e não tiveram problemas com bolhas na área do arco do pé, mas vale sentir como esta terceira edição do tênis está vestindo.
Preço: 130 dólares

Saucony Guide ISO 2

É basicamente o Saucony Ride ISO 2, mas com a placa de estabilidade na área interna medial da entressola.

Preço: 120 dólares

Performance

Adidas Sub 2

O tênis nunca foi vendido no Brasil, mas também não foi um sucesso de vendas na Europa e nos EUA. Particularmente acho ele um pouco mais macio do que o Adios, porém tão rápido quanto.

Preço: Entre 120 e 180 dólares

Altra Escalante 2

Para atletas que preferem modelos de performance com forma larga, vale experimentar. A malha de cabedal poderia ser mais ventilada, mas mesmo assim o Escalante vai melhor para provas longas.

Preço: 130 dólares

Altra Kayenta

Mais leve e baixo do que o Escalante 2, o Kayenta irá atender corredores e triatletas com objetivo de provas rápidas como 5km e 10km e triathlon olímpico e sprint.

Preço: 110 dólares

Hoka Carbon X

Mais recente lançamento com placa de carbono da marca, considerado o principal concorrente do Nike Vaporfly Next %.

Preço: 180 dólares

Hoka EVO Carbon Rocket

Lançado no início de 2019, este modelo também tem a placa de carbono, mas é mais leve, conta com forma mais estreita e um pouco mais firme de batida do que o Carbon X.

Preço: 160 dólares

Hoka Mach 2

Substituto do modelo Clayton, o Mach 2 melhorou a malha de cabedal, comparando com a primeira edição, além de ter um novo desenho de solado e entressola, ficando um pouco mais leve.

Preço: 140 dólares

Hoka Rehi

Este modelo não é dos mais conhecidos da marca e nem dos mais vendidos entre os modelos de performance da Hoka. Tem o perfil de entressola mais baixo e entressola um pouco mais macia.

Preço: 140 dólares

Nike Zoom Streak 7

É um modelo que tem característica mais firme de batida. O Zoom Streak 6 chegou a ser vendido no Brasil, após os Jogos Olímpicos do Rio, mas foi ofuscado com o lançamento do Vaporfly 4% e Zoom Fly. O Zoom Streak 7 foi lançado recentemente nos EUA.

Preço: 110 dólares

Saucony Kinvara 10

O Kinvara é o modelo mais utilizado da Saucony, por triatletas amadores no Mundial do Ironman em Kona nos últimos três anos. A décima edição tem o design do primeiro lançamento da linha, de 2010.

Preço: 110 dólares.

Skechers GoRun 7

Até a quinta edição, o Skechers GoRun tinha mais “cara” de performance, o que foi perdido no design da sexta e da sétima versão. Este modelo está com a nova espuma Hyper Burst, ainda mais leve e um pouco mais macio do que o anterior.

Preço: 100 dólares.

Skechers Razor 3 Hyper

Lançado em novembro de 2018, o Razor 3 esgotou rapidamente nas primeiras semanas. Agora é fácil de comprar. Eu comparo este modelo, que não tem placa de carbono, ao Vaporfly em relação à resposta e superior relação ao calce.

Preço: 130 dólares

 

Os textos, informações e opiniões publicados nesse espaço são de total responsabilidade do autor. Logo, não correspondem, necessariamente, ao ponto de vista do Ativo.com

Sobre o autor

Rodrigo Roehniss

Graduado em Administração de Empresas com MBA em Gestão em Marketing Esportivo, Rodrigo Roehniss é especialista em tênis de corrida, além de prestar consultoria sobre o universo de pro... VEJA MAIS

Compartilhe por email!