Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Ana Marcela Cunha é finalista do Prêmio Brasil Olímpico

Os esportes aquáticos mais uma vez estarão representados na final do Prêmio Brasil Olímpico, que tem cerimônia marcada para o dia 18 de dezembro. Atleta das águas abertas, Ana Marcela Cunha é mais uma vez finalista do principal prêmio do esporte olímpico nacional oferecido pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB). A nadadora disputará a premiação máxima na categoria feminina contra a jogadora de futebol e eleita a melhor do mundo pela FIFA Marta e contra a canoísta Ana Sátila. Na disputa masculina concorrem ao prêmio o líder do circuito mundial de surfe Gabriel Medina, o skatista Pedro Barros e o canoísta e campeão mundial Isaquias Queiroz.

Mais uma vez a temporada da nadadora da Unisanta foi de bons resultados. Na FINA Marathon Swim World Series (novo nome da Copa do Mundo), a brasileira conquistou duas vitórias e outras três medalhas ao longo das oito etapas para faturar pela quarta vez na carreira o título do circuito mundial. Em agosto ela conquistou mais uma medalha importante internacional: o bronze no Campeonato Pan-Pacífico de Tóquio e há duas semanas ganhou três medalhas de ouro no Campeonato Sul-Americano de Lima e garantiu vaga para os Jogos Pan-Americanos do ano que vem.

Leia mais

Piscinas públicas de São Paulo estão abertas até o verão

Britânico atinge marca e é o ser humano que mais tempo passou nadando no mar

Como dividir a raia sem atrapalhar outros nadadores

Além das águas abertas outras modalidades aquáticas da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) também tiveram atletas premiados. Na natação não foi eleito apenas um nadador, e sim quatro. Responsáveis pela medalha de ouro na prova do revezamento 4x100m livre no Campeonato Pan-Pacífico de Tóquio, Gabriel Santos, Marcelo Chierighini, Marco Antônio Júnior e Pedro Spajari foram eleitos os atletas do ano na modalidade. No polo aquático quem levou a melhor foi Gustavo Guimarães, no nado artístico Maria Clara Lobo e nos saltos ornamentais Ingrid de Oliveira.

Caso Ana Marcela vença a disputa será a sétima vez que a natação e as águas abertas levam o prêmio. Thiago Pereira foi o primeiro da modalidade a vencer em 2007. Cesar Cielo ganhou nos dois anos seguintes, 2008 e 2009, e novamente em 2011. Poliana Okimoto recebeu a honraria em 2013 e Ana Marcela em 2015.

A escolha dos finalistas ao prêmio foi realizada por um júri formado por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. O COB anunciou ainda que dia 25 de novembro revelará quem serão os indicados ao prêmio Atleta da Torcida. Essa premiação será feita através de votação popular feita na internet. Além do Prêmio Brasil Olímpico de melhor atleta no masculino e feminino, também serão entregues os prêmios de melhor técnico individual e coletivo, melhores atletas nos Jogos Escolares da Juventude e o Troféu Adhemar Ferreira da Silva, que homenageia anualmente um grande atleta do passado.

Calendário

Encontre um evento de natação perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!