Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Por que meu joelho dói no frio?

Muitas pessoas sentem dores nas articulações quando a temperatura do ambiente diminui, no entanto não sabem porque isso ocorre. Isso pode ser explicado basicamente por dois fatores.

O primeiro, está relacionado com a alteração das propriedades físicas dos fluídos que compõem o corpo humano. Por exemplo, o líquido que lubrifica as articulações (sinovial) fica mais espesso, dificultando o deslizamento articular, causando mais desconforto doloroso em pessoas portadoras de osteoartrose.

O segundo, está relacionado com os mecanismos que o próprio corpo desenvolve para tentar diminuir o efeito do frio sobre o nosso organismo. Aqui se enquadram as contrações musculares rápidas e involuntárias (tremores) que buscam produzir mais calor e têm como conseqüência a tensão e fadiga muscular e sobrecarga nos tendões.

O aumento da taxa metabólica para aumentar a produção interna de calor exige um maior consumo de energia, o que também leva à fadiga, caso a pessoa não se alimente corretamente (por isso a fome aumenta no inverno). Ao mesmo tempo, a redução do fluxo sanguíneo na superfície do corpo (mãos e pés ficam gelados) para evitar a perda de calor, diminui a oferta de oxigênio para os tecidos, dificultando a agilidade e a potência da musculatura.

Um programa de atividades físicas específicas no tempo frio, pode otimizar a irrigação sanguínea, aumentar o controle muscular (propriocepção) e a flexibilidade. Na clínica, com o treino em plataforma vibratória temos obtido melhoras expressivas na propriocepção.

Aplicações de Laser permitem recuperar-se com mais eficiência das dores e de lesões musculares, pois permitem o aumento da irrigação sanguínea no ponto doloroso. Ele também ajuda no alívio da dor e do edema na articulação e pode ser utilizado em casos de artrite reumatóide, osteoartrite, bursite, neurite e espasmos musculares.

Clube O2

Ofertas com até 54% OFF

Compartilhe por email!