Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Com mononucleose, Chaves fica fora da Vuelta de 2018

Foto: Shutterstock

O colombiano Esteban Chaves está fora da Vuelta a España, competição com início marcado para 25 de agosto. Segundo comunicado da equipe, Mitchelton-Scott o ciclista foi diagnosticado com mononucleose e não tem data definida para retornar às competições.

Chaves não disputa provas desde o Giro d’Itália, competição em que ficou apenas na 72ª colocação da classificação geral. Ele venceu a sexta etapa da volta italiana, encerrada no topo do Monte Etna, mas não conseguiu acompanhar os rivais no restante da competição – apenas na décima etapa, ele perdeu 25 minutos para seus principais rivais.

O atleta colombiano passou por diversos exames e, segundo sua equipe, foi “diagnosticado com vários vírus, incluindo mononucleose juntamente com sinusite e reações alérgicas”, e retornou aos treinos somente esta semana.

A Mitchelton-Scott confirmou que Simon Yates foi escalado para o comando da equipe australiana na competição espanhola.

 

 

“Tem sido um período difícil. Desde 2012, eu não fico fora da bicicleta por tanto tempo, e é especialmente difícil porque não podia treinar. Não foi rápido como você iria querer. Neste esporte, estamos acostumados a respostas e resultados rápidos, e esse processo foi lento e o tempo pode deixá-lo louco ”, disse Chaves em um comunicado.

 

Leia mais

Sente dor no joelho ao pedalar?

Como aproveitar técnicas profissionais mesmo sendo amador

Como fazer treinos curtos para provas longas de bike

 

O médico da equipe, Manuel Rodriguez, explicou que Chaves passou por uma pequena cirurgia para um problema crônico de sinusite depois de receber tratamento para o vírus Epstein-Barr. Ele expressou confiança de que o tratamento foi bem-sucedido, mas alertou contra um retorno precipitado às corridas.

“Epstein-Barr não é um vírus novo, nem incomum, mas os testes de Esteban mostraram que ele estava ganhando força e atacando quando seu sistema imunológico estava inoperante ou em tempos de fadiga, mais obviamente em corridas ou períodos de treinamento de alta intensidade. Sua força provavelmente permitiu a introdução de outros vírus em seu corpo ”, disse Rodriguez. “Depois de um período de descanso e tratamento para os vírus, Esteban foi liberado para uma pequena cirurgia sinusal antes de iniciar um período de recuperação final”.

O colombiano demonstrou felicidade ao receber a notícia que iria voltar aos treinos: “Estou feliz por estar de volta. Ainda dói com certeza, mas já sinto algumas diferenças; É um sofrimento diferente do que eu tinha antes. Agora é o sofrimento normal que temos quando começamos de novo depois de tanto tempo fora do treinamento. Estamos no caminho certo novamente e temos que manter paciência e confiança como sempre”, disse.

Esteban Chaves tem como principais resultados na carreira o segundo lugar do Giro d’Italia e a terceira posição da Vuelta a España, ambos em 2016.

Calendário

Encontre um evento de bike perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!