Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Aplicativos para ciclistas: de mecânica a hospedagem gratuita

Você se considera um ciclista urbano, de estrada ou montanha? Independente da sua resposta, certamente existe um aplicativo que vai oferecer uma (ou mais!) função relevante para o seu pedal do dia a dia.

Para ajudá-lo na escolha, listamos dez aplicativos que são bastante usados por ciclistas de todo o mundo. 

Brasileiros

1- Bicidade: O “Bicidade” tem como objetivo traçar a rota mais segura, mais curta e menos inclinada para chegar ao destino pedalando. O app também traça o percurso levando em consideração a popularidade da rota. Grátis para Android.

2- Pedala SP: Esse aplicativo dá acesso ao mapeamento atualizado da estrutura cicloviária urbana, com as ciclovias e ciclofaixas, estações de compartilhamento de bike, paraciclos e bicicletários, parques com ciclovias e pontos Wi-Fi livre. O sistema ainda traz um mecanismo de “alertas localizados” em tempo real, em que os usuários podem avisar outros ciclistas sobre problemas que encontrar pelo trajeto. Grátis para Android.

3- Use bike: O UseBike é uma plataforma criada para facilitar a vida do ciclista urbano. Com informações de todos os pontos de alugueis, prestadores de serviço, oficinas, bicicletários, paraciclos e rotas, os ciclistas poderão ter uma experiência mais prática e segura em seus descolamentos pela cidade.  Caso esteja procurando um bom lugar para relaxar pós-pedal, confira a lista de bares, restaurantes, lojas, mercados e centros de lazer listados na sua região. Grátis para iOS e Android

Gringos

4- Runtastic Mountain Bike: Ideal para quem curte fazer trilhas de bike, mapeia elevação positiva e negativa cumprida, mapeia a velocidade em relação à elevação, mostra a porcentagem de inclinação atual e disponibiliza mapeamento de milhares de trilhas. Grátis para Android e iOS

 5- Endomondo: O Endomondo é uma rede social, mas funciona mais para acompanhar o seu próprio desenvolvimento do que competir com outros. Dá para montar treinos com base em metas personalizadas, e o app te avisa, durante o pedal, quantos quilômetros já foram percorridos. Quem não quiser pedalar sozinho pode desafiar outros ciclistas virtualmente. Grátis para iOS e Android

6- Bike Map: Para quem não gosta de fazer sempre o mesmo percurso e adora descobrir novas rotas, o Bike Map  contém mais de três milhões de roteiros em 80 países, incluídos pelos próprios ciclistas, e permite encontrar caminhos a partir de uma série de filtros de pesquisa. Você pode avaliar as rotas e compartilhar os dados com outras pessoas. Na versão paga, o aplicativo permite a navegação offline, o que proporciona economia no consumo de seu plano de dados. Grátis para iOS e Android

7- One tap record for Strava: O Strava é o mais famoso app entre ciclistas, coletando dados sobre o pedal e funcionando como uma rede social (levemente competitiva) para quem gosta de pedalar. Este aplicativo inicia a gravação do pedal no Strava com um toque – mais fácil e rápido do que esperar o aplicativo abrir. Grátis para Android

8- Bike repair: Disponível apenas em inglês, mas pode ser bem útil durante imprevistos: o Bike Repair é um guia, com fotos, de como consertar e fazer a manutenção de uma bike. Ensina como trocar um pneu furado ou uma corrente quebrada, por exemplo. Também dá dicas de alongamentos pra diminuir dores musculares que possam aparecer com a prática. R$ 8,65 para Android e R$ 12,90 para iOS.

9- Spinlister: O Spinlister é o principal serviço de aluguel e compartilhamento de bicicletas por usuários, fornecendo uma plataforma para conectar proprietários de bicicletas a pessoas que querem alugá-las ou pegá-las emprestadas, ao redor do mundo. Por meio do app, os proprietários listam suas bicicletas e os locatários as buscam onde estiverem. Também aluga pranchas de surf, esquis e snowboards. Grátis para Android e iOS

10- Warm Showers: “Air BnB dos ciclistas”, o Warm Showers tem como proposta promover a troca de hospitalidade, sugerindo que o ciclista viajante que se hospeda gratuitamente na casa de um colega ciclista posteriormente também receba outros viajantes em sua casa.

O requisito mínimo para o anfitrião é oferecer um local para dormir, que pode ser um sofá, cama ou mesmo o quintal para o cicloturista acampar, e um chuveiro para um banho (dái o nome Warm Showers). Não é preciso pagar para se cadastrar no Warm Showers e o mesmo não permite que o dono da casa exija remuneração pela estadia, mas sugere que o visitante leve algum agrado em forma de agradecimento: uma garrafa de vinho ou especialidades de sua região, por exemplo. Grátis para Android e iOS

Calendário

Encontre um evento de bike perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!