Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Conversamos com o brasileiro que pedalou a Rússia inteira

Foto: Denis Klero | Red Bull Content Pool

Época de Copa do Mundo e todos os olhares se voltam para a Rússia a partir do dia 14 de junho. Mas para nós, além do futebol, fica a questão: como seria pedalar no longínquo e desconhecido país?

Para saber mais, falamos com aquele que é possivelmente o brasileiro com mais quilômetros rodados por lá: o paulistano Marcelo Florentino Soares, 46, o Mixirica. Ele foi uma das pouquíssimas pessoas a completar o Red Bull Trans-Siberian Extreme, prova que completou duas vezes (em 2016 e 2017).

A competição tem em média 15 etapas e dura pouco mais de 20 dias, atravessando a parte mais austral da Rússia. Os ciclistas partem de Moscou e chegam em Vladivostok, já perto da fronteira do país com a China. Dos oito fusos-horários que a Rússia tem, a prova passa por sete.

A largada da Trans-Siberian Extreme, que poucos atletas concluem

 

Em 2016, foram 9.195 km de percurso. Em 2017, ano em que Mixirica conquistou a terceira colocação, 9.211 km.  Dos 10 ciclistas que largaram naquele ano, apenas três chegaram até o final. “É a competição mais longa e difícil do planeta”, garante Mixirica. Confira a conversa com ele abaixo:

VO2 Bike: Como foi pedalar pela Rússia?
Mixirica: 
Como eu estava no Trans-Siberian Extreme, fui pedalar muito focado na prova. Mas há muitas paisagens mágicas espalhadas pelo país, e campos de morangos selvagens durante a primavera e o verão, claro (no rigoroso inverno do país, as temperaturas são proibitivas para uma prova deste tipo).

Cena da competição (Fotos: Denis Klero | Red Bull Content Pool)

 

Qual foi o lugar mais legal por onde você passou?

Sem dúvida o lago Baikal, que fica ao sul da Sibéria. É um dos maiores lagos do mundo, e nele você pode aproveitar para encher sua caramanhola, pois sua água é considerada uma das mais puras que se conhece. Também gostei muito de pedalar ao lado da famosa Estrada de Ferro Trans-Siberiana, a segunda mais longa do tipo no planeta.

 

 
O imenso lago Baikal, lugar preferido de Mixirica na Rússia
 
 

Quais foram suas maiores dificuldades pedalando na Rússia?

Como não poderia deixar de ser, minha maior dificuldade foi o frio. Mesmo a prova acontecendo durante épocas de temperaturas mais amenas, há lugares em que faz muito frio o ano todo. Também peguei muita chuva, o que, aliado ao frio, complica o pedal. Também não entendo a língua, claro, e isso é sempre um obstáculo a mais. 

 

Que lugar você recomendaria para quem pretende pedalar pela Rússia?

Definitivamente o lago Baikal, imperdível. 

 

 

Calendário

Encontre um evento de bike perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!