Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Como encarar a lama no MTB sem caos

Além de ser praticamente inevitável, a lama é um dos terrenos mais divertidos do mountain bike — desde que você saiba como lidar com ela. Por isso, conversamos com Thiago Boaretto, atleta da Specialized Factory Racing e da Staminas Bike Team, campeão paulista de cross country, três vezes campeão paulista de downhill, vice-campeão brasileiro de enduro e atual campeão da Copa América de Downhill 4x, que deu algumas dicas de como encarar a lama no MTB sem perder a velocidade e o controle da bike.

Seja suave

Em um terreno instável como a lama, qualquer movimento brusco pode dificultar a pilotagem. Por isso, deve-se ser menos agressivo, evitando frenagens súbitas ou mudanças de direção repentinas que podem desestabilizar a bike.

Não fique na defensiva

Um dos maiores erros na lama é ficar na defensiva, posicionando o corpo muito para trás. Nessa posição, o pneu dianteiro da bicicleta perde poder de frenagem e aderência nas curvas. O ideal é manter o peso levemente na traseira, mas sem exagerar, com o quadril um pouco para trás do selim e as pernas semiflexionadas. Contudo, se a lama estiver muito funda, deve-se concentrar mais o peso para trás, para ter mais aderência na roda traseira e evitar que a frente da bike afunde. 

 

Leia mais

Qual a melhor relação de marchas para MTB?

Como dar um trato na bike depois da lama

Dicas para melhorar a técnica no cross country

 

Pneus para lama

Para rodar na lama, prefira pneus com cravos altos. Porém, se eles estiverem muito juntos, irão favorecer o acúmulo de lama, o que dificultará a pilotagem. Por isso, aposte em modelos de pneus com cravos altos, porém bem espaçados, que evitam o acúmulo de barro. Evite ainda manter os freios acionados por muito tempo, já que a roda travada perde a capacidade de eliminar a lama acumulada.

Busque tração

Evite poças e trechos onde a marca dos pneus esteja mais profunda. Prefira caminhos alternativos como terrenos forrados com folhas, o que diminui a perda de velocidade e o risco de escorregar. Todavia, se a única alternativa for passar por poças ou lama profunda, jogue o corpo ligeiramente para trás, evitando o afundamento da roda dianteira, o que desestabilizaria a bike. Outra dica para não perder a tração nessas situações é usar uma marcha mais leve  e aumentar o giro. Também é prudente evitar passar por cima de pedras, já que costumam ficar bastante escorregadias por conta da lama.

Não escorregue no equipamento

Alguns itens são fundamentas para pedalar na lama. Um bom par de luvas evita que as mãos escorreguem no guidão. Já óculos com lentes antiembaçantes protegem os olhos da terra que voa dos pneus. Não esqueça também de utilizar um bom lubrificante para condições úmidas, óleos de baixa viscosidade e, se possível, com teflon.

 

Escrita por Gustavo Figueiredo

Clube O2

Faça parte do Clube O2 e leve uma Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!