Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Dicas para melhorar a técnica no cross country

Foto: Divulgação/ Bruno Fernandes

O cross country olímpico (XCO) é uma das categorias mais difíceis do mountain bike. Além de força explosiva e resistência, é preciso ter uma boa dose de habilidade para transpor os obstáculos que caracterizam esse circuito técnico. Para ajudar você a se dar bem na modalidade, pegamos algumas dicas com a mountain biker Raiza Goulão, da equipe AOO Specialized, que é a atual campeã nacional de XCO e a brasileira mais bem colocada no ranking da União Ciclística Internacional (UCI), em que ocupa a 24ª posição entre as mulheres do mundo.

Reconhecimento do terreno
Pistas de XCO são repletas de obstáculos como rampas naturais e rock gardens (trechos de pedras). Por isso, o ideal é fazer um reconhecimento do terreno antes da prova e passar várias vezes pelos trechos mais técnicos, estudando a linha mais rápida e segura para transposição. Procure também observar a linha adotada por outros atletas no trecho.

Prepare-se para o salto
Antes de executar um salto, observe a altura, a recepção e a velocidade a ser praticada. Na hora do pulo, posicione o corpo para trás e procure aterrissar com a roda traseira um pouco antes da dianteira, de forma suave para poupar a bike, que não deve fazer barulho ao tocar o solo.

O caminho das pedras
Para vencer um rock garden deve-se traçar a melhor linha acompanhando o movimento da bike com o corpo. Mantenha braços e pernas semiflexionados para conseguir fluidez na pilotagem. Nesse tipo de trecho técnico em especial, uma bike full suspension faz toda a diferença.

Curvas com parede
Durante o reconhecimento, analise se a linha mais rápida é pela parede ou fora dela. Se optar pela primeira alternativa, acompanhe o movimento do obstáculo, suba para a parte de cima da parede e depois desça na saída da curva para tentar ganhar velocidade.

Sem deslizes
Fique de olho na calibragem e opte por uma pressão um pouco menor do que a normalmente utilizada. Nas subidas, é importante jogar o peso para a frente, deslizando para a ponta do selim. Nas descidas, jogue o peso para trás e mantenha o controle da velocidade. Nunca passe sentado por raízes molhadas, já que isso prejudica o equilíbrio da bicicleta.

Não se abale
Se cair, mantenha a calma, verifique se você e a bicicleta estão em condições de continuar e só depois retorne à sua “bolha” de concentração. Este é um dos maiores desafios para todos os atletas.

Foco e diversão
Antes de transpor um obstáculo, sempre imagine que pode superá-lo. Além disso, nunca deixe de se divertir em uma prova. Isso ajuda a aliviar a pressão, o que aumenta seu foco, fazendo com que a prova flua melhor.

Escrita por Gustavo Figueiredo

Clube O2

Clube O2 + Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!