Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Água de coco e rapadura: alternativas naturais para o corpo

Foto: Shutterstock

É bem verdade que a natureza foi um pouco cruel com os adeptos da corrida que moram em Salvador, castigados por um sol inclemente. Ao mesmo tempo, porém, providenciou um refresco natural e altamente saudável: a água de coco.

“A água de coco substitui, com vantagem, qualquer isotônico. Ela te recupera e hidrata”, diz o treinador de corrida Cláudio Roberto Costa, da assessoria Triplaforma, de Salvador.

Muitos corredores soteropolitanos utilizam também uma fonte de energia bastante identificada com o Nordeste, a rapadura.

“Não é um alimento tipicamente baiano, mas nordestino. Muita gente que não se adapta ao gel de carboidrato opta pela rapadura”, afirma o treinador Sidiny Cezar da Silva Souza, da SRun, também da capital baiana.

O consumo moderado de rapadura proporciona mais energia para os treinos, por ser rica em calorias. Além disso, previne anemias, por conter ferro e vitaminas do complexo B, que também contribuem para um melhor funcionamento do sistema nervoso. Já o cálcio e o fósforo previnem cãibras e osteoporose.

Um pequeno pedaço de rapadura, de 30g, contém 111 Kcal. Por esse motivo é interessante não ultrapassar essa quantidade no consumo diário. O melhor momento para se consumir a rapadura é após o almoço, desde que se consuma salada, que ajuda a reduzir a produção de gordura pelo organismo.

Leia mais

Os melhores lugares para correr em Salvador

Circuito Banco do Brasil leva corrida para todo o País

As rapaduras mais incrementadas, que contêm castanhas, coco e amendoim, além de mais saborosas, são também mais nutritivas. Por outro lado, o consumo deve se restringir a quantidades ainda menores. Trata-se de um alimento indicado para o pré ou pós-treino.

Os corredores baianos podem utilizar a rapadura durante os treinos, mas apenas para os longos, com mais de uma hora de duração. Uma quantidade entre 25 e 30g do doce repõe energia e minerais que são perdidos no suor.

O alto índice glicêmico do açúcar da rapadura faz com que ela seja rapidamente absorvida pelo organismo, o que permite manter o rendimento do treino sem deixar a barriga pesada.

Nesse aspecto, apresenta vantagens até sobre o famoso gel de carboidrato, que é considerado indigesto por muitos corredores.

Agora que você já sabe as vantagens da água de coco e da rapadura, tome um golinho, corte um pedacinho, coloque no bolso e vai treinar! A etapa de Salvador do Circuito Banco do Brasil está chegando. Clique aqui para se inscrever!

Clube O2

Clube O2 + Mochila de Hidratação!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!