Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Os benefícios dos frutos do mar para corredores

Florianópolis, a Ilha da Magia, oferece frutos do mar em abundância. Alguns deles, como os mariscos e as ostras, são ricos em zinco, um mineral importante para a dieta de um corredor.

Ele intervém em várias funções essenciais a um bom rendimento físico, contribuindo para a síntese da proteína consumida, gestão do stress e a entrada dos nutrientes na célula. Além disso, facilita a recuperação muscular após treinos e provas

“Por esse motivo, é indicado quando o sono perde a qualidade e o indivíduo necessita de algo que restabeleça suas energias”, diz a nutricionista Bianca Passos.

Leonardo Marmitt, treinador da assessoria Just Run, salienta que o florianopolitano típico inclui os frutos do mar em seu cardápio semanal.

“A gente tem acesso a frutos do mar em larga escala. O Mercado Público é um dos locais muito procurados para consumi-los. As ostras são servidas vivas em alguns restaurantes. São alimentos ricos em proteínas e também em minerais que são importantes para o corredor”, explica.

Leia mais

Os benefícios da tilápia para a saúde dos corredores

Os melhores lugares para correr em Florianópolis

Os benefícios da corrida para a saúde a curto, médio e longo prazo

O corredor que se aproxima da faixa dos 50 anos de idade deve ficar ainda mais atento à alimentação. O risco de desenvolvimento da osteoporose é reduzido em pessoas que capricham na ingestão de alimentos ricos em vitamina D, como os peixes, outro item abundante no prato dos habitantes da capital catarinense – principalmente a tainha, rica também em gorduras saudáveis, ômega-3, cálcio e fósforo.

Quem gosta de correr à tarde deve ficar atento, caso coma a tainha. É preciso dar um intervalo de aproximadamente quatro horas entre ingerir o peixe e treinar, período necessário para o esvaziamento gástrico. Se esse tempo não for respeitado, há chance de desconforto durante a corrida.

Outro peixe abundante no mar que banha a Ilha de Santa Catarina, o robalo, é risco em fósforo, mineral também importante para o corredor – atua principalmente no fortalecimento dos ossos.

Além de deliciosos, frutos do mar e peixes são alimentos perfeitos para a dieta dos corredores. Com isso, basta se inscrever no Circuito Banco do Brasil de Corridas!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!