Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

O que é a dor de lado e por que a sentimos durante a corrida?

Foto: Shutterstock

Não é só com você, pode ficar tranquilo. Segundo pesquisas, cerca de 75% dos corredores sentem ou já sentiram a dor de lado, aquela fisgada lateral, que às vezes é tão forte a ponto de precisar interromper o treino.

Conhecida por ETAP (Exercise-Related Transient Abdominal Pain), ainda não existe um consenso científico sobre as razões de seu surgimento. Normalmente, a dor de lado vem para os corredores mais jovens, e muitos acreditam que não sabem correr ou que precisam reaprender a respirar na corrida.

No entanto, parece que a dor de lado não tem a ver apenas com a respiração.  


Razões para sentir a dor de lado

Alimentação

Muita gente acha que a fisgada lateral acontece por causa de algo que comeu, o que pode fazer sentido. “Comer demais antes de correr pode aumentar o risco da dor de lado. Simplesmente porque você está fazendo digestão enquanto corre, ou seja, seu sistema digestivo está trabalhando e isso sobrecarrega a circulação sanguínea, interferindo no transporte de oxigênio para os músculos”, explica o treinador Leandro Pessoa, da LPO Assessoria Esportiva (SP). 


Respiração

Quando a dor de lado vier, respirar profundamente pode ajudar a aliviá-la. Não realizar a respiração diafragmática enquanto corre (veja aqui), independentemente de respirar só pelo nariz ou nariz e boca, pode aumentar as chances de sentir essa fisgada. Para ativar a respiração diafragmática, inspire expandindo o abdômen e sinta a musculatura entre peito e abdômen se movimentando simultaneamente. Assim é possível aproveitar mais da extensão pulmonar e, portanto, receber mais oxigênio. Ao exalar, esvazie pulmões e abdômen. 


Condicionamento físico

Quando não estamos muito bem-condicionados, a dor de lado pode surgir porque os músculos precisam de mais oxigênio para gerar energia. Então, o oxigênio que você consegue puxar pra dentro, entra e vai todo para a musculatura, o que deixa os órgãos vitais sem energia para exercer suas funções. Nosso primeiro mecanismo de segurança é o baço, que dói para que você interrompa a atividade e o sangue volte a circular corretamente e o oxigênio seja destinado de forma equilibrada ao corpo.

 

Leia mais

Dor de lado: saiba como evitá-la!

10 passos para a corrida virar um hábito

5 exercícios de mobilidade para fazer antes de correr

 

Estudos

A comunidade científica começou a investigar mais profundamente a dor de lado há pouco tempo, cerca de 15 anos. Alguns estudos já relacionaram a fisgada lateral a problemas posturais ou de core fraco. 

Investigações recentes determinaram que a dor acontece mais em atividades com movimentos repetitivos do tronco, especialmente quando se está de pé e ereto ou pouco inclinado para a frente, como é o caso da corrida.

Atualmente, a irritação de uma membrana que reveste a cavidade abdominal parece explicar melhor a dor (peritônio), mas são necessários mais estudos para entender as razões para ela aparecer, e desenvolver estratégias para o controle do incômodo relacionado ao exercício. 

Em outro estudo, 77% dos indivíduos ativos com menos de 20 anos experimentaram a dor em comparação com apenas 40% dos indivíduos com idade acima de 40 anos. Tanto a prevalência como a gravidade da ETAP aparentaram reduzir significativamente com o aumento da idade. Mas, a dor de lado não teve relação com o tempo para completar uma corrida, parecendo não ter a ver com a intensidade do exercício.

Como prevenir a dor de lado

  • Evite grandes volumes de alimentos e bebidas por pelo menos 2 horas antes do exercício. Não consuma hipertônicas, como refrigerante de cola, limonada ou suco de frutas. São bebidas mais concentradas do que os fluidos do corpo, e serão absorvidas mais lentamente do que a água. Neste caso, são melhores para o pós-exercício.
  • Melhore a postura ao correr, principalmente na região torácica.
  • Aprimore a estabilidade dinâmica do tronco com exercícios funcionais.
  • Fortaleça região abdominal para dar mais força ao core.

    Se sentir a fisgada lateral, de fato, a estratégia mais eficaz para aliviar a dor continua sendo diminuir o ritmo e, em último caso, interromper o exercício até a dor cessar.

 

 

 

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!