Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

É seguro “pular” uma etapa e partir para os 10 km logo na primeira prova?

Foto: Divulgação

Melhorar a saúde, emagrecer, conhecer novas pessoas e dormir melhor estão entre os inúmeros motivos que fazem a corrida de rua ganhar mais praticantes a cada dia. Quando os quilos extras já foram queimados, o círculo social está se expandindo e o sono não representa mais um problema, surge a vontade de atingir novas metas e testar os próprios limites. E não há ambiente mais propício para isso do que uma prova de corrida de rua.

É aí que aparece uma dúvida que costuma rondar a cabeça dos corredores de primeira viagem: qual distância escolher na “estreia”? É possível “pular” os 5 km e estrear nos 10 km numa prova?

Não há um padrão fixo para escolher a primeira prova e definir se é prudente “atropelar” os 5 km. Fatores como a bagagem de atividade física ao longo da vida, experiências anteriores em exercícios aeróbios, talento natural na modalidade, histórico de lesões e biotipo determinam se o corredor iniciante pode ou não partir direto para os 10 km.

Mesmo com pouco tempo na corrida, uma pessoa com lastro esportivo, bom condicionamento físico e que não tenha sentido um enorme desgaste em treinos de 8 km, por exemplo, está apta a estrear nos 10 km, cuja oferta é maior em relação às de 5 km.

Embora exista uma “glamourização” de distâncias maiores, não são só iniciantes e pessoas acima do peso ou com histórico de lesões que preferem os 5 km, garante Darlan Duarte, da assessoria esportiva Pacefit.

“A corrida não é um esporte obrigatoriamente linear, no qual você deve sempre buscar a maior distância a cada ciclo. Pessoas com melhores resultados em atividades de explosão se identificam e rendem melhor em distâncias como os 5 km.”

 

Leia mais

Use o diafragma na respiração para ganhar resistência

8 exercícios educativos para melhorar sua postura

Dicas para quem está acima do peso e quer correr

 

“A preparação dos 5 k e dos 10 km não tem tanta variação em termos de intensidade, mas pode variar em volume. O corredor com um nível técnico maior, mesmo que foque nos 5 km, chega a fazer 10 km em seus treinos. O de nível mais baixo, que tem no volume o seu maior desafio, tem que estar rodando pelo menos 8 km antes de se inscrever em uma prova”, completa Emerson Gomes, da MPR.

Dicas de Darlan e Emerson para quem está em dúvida entre os 5 km ou 10 km na primeira inscrição:

– Se você nunca correu uma prova e não tem lastro no mundo do esporte, opte pelos 5 km. Com isso, mesmo que haja um erro estratégico no ritmo – variar a intensidade no meio da prova, por exemplo –, o percurso termina antes.

– Caso opte por estrear nos 10 km, comece a prova de forma mais leve, em uma situação de conforto, e ganhe confiança durante o trajeto. Force a partir da segunda metade.

– Ouça seu corpo. Sentiu a “dor de lado” durante o treino? Pode ser um indício de que você deve optar por uma distância menor. Dores articulares e cansaço excessivo também são sinais de que o corpo ainda não está adaptado aos 10 km.

– Procure estabelecer pelo menos seis meses em uma distância antes de cogitar outra. Melhore seus tempos, aprimore seu condicionamento para, aí sim, buscar uma rodagem maior em provas. É uma forma para que o corpo se adapte e evite lesões.

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Novidade do Clube O2!

Compartilhe por email!
[i]
[i]