Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

O tipo de pé e a pisada têm relação com as lesões?

Foto: shutterstock

Você provavelmente já conhece os três tipos de pisada: neutra, supinada e pronada. Cada uma delas tem a sua particularidade e tênis específicos, que teoricamente ajudam a desgastar menos a musculatura e evitar lesões no futuro. Mas estudos indicam que quando associadas aos tipos de pé (plano, cavo e normal), as pisadas podem ter relação com as dores constantes de alguns pacientes.

Apesar de não ser uma regra, pés planos normalmente estão ligados a pisadas pronadas, assim como os cavos costumam apresentar supinação e os normais, pisada neutra. “Com certeza pessoas com o pé plano podem ter maior tendência a fazer uma pronação maior do que quem tem pé cavo, mas isso não é fato determinado, nada impede de que corredores com pé cavo tenham por exemplo tendinopatia do tibial posterior (lesão relacionada a pés planos)”, reforça o fisioterapeuta Claudio Cotter.

Uma pesquisa norte-americana analisou mais de 3 mil voluntários em busca da relação entre esses dois elementos e a ocorrência de lesões, e obteve evidências fortes de que a pronação e o pé plano estão diretamente ligados à dor no arco do pé.

Outro artigo acrescenta que existem possibilidades mais fortes de dor nos joelhos para esses pacientes; no caso dos pés cavos com pisada supinada, há maior probabilidade de dor nos tornozelos.

 

Leia mais

Musculação e corrida: tudo bem treinar os dois juntos?

5 dicas de treino para iniciantes na corrida

5 verdades para quem quer começar a correr

 

Para evitar essas dores, Cotter recomenda alguns exercícios de equilíbrio e também a segmentação de cada momento de uma passada: “Trabalhamos de forma repetitiva cada movimento para integrar a informação no cérebro. É o mesmo processo do aprendizado motor da escrita da criança, por exemplo”.

“No final vemos que independente do tipo de pisada, o que conta é o quanto a musculatura tem uma boa sinergia de forma geral, a relação entre os músculos é mais importante do que preparam um músculo específico pelo tipo de pisada”, explica Cotter.

O fisioterapeuta acredita que, quando os músculos estão treinados para atuar em sintonia, não há sobrecarga e as dores são minimizadas.

 

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Economize nas provas e escolha seu frequencímetro!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!