Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Os principais mitos da corrida de rua

Corrida no sol do meio-dia melhora a resistência? Quem tem mais massa muscular corre melhor? Alguns mitos da corrida de rua são recorrentes na cabeça dos iniciantes. O problema é que muitos deles podem atrapalhar, e muito, o desempenho e evolução dos corredores.

 

Os mitos da corrida explicados

A professora expert em corrida Kika Medeiros, da academia Competition Training Gym (SP), esclarece algumas dessas dúvidas que se tornaram “verdades quase absolutas”: 

1 – Correr no sol do meio-dia melhora a resistência?

Na verdade, não. Correr em temperaturas elevadas pode comprometer o rendimento e, em alguns casos, causar hipotensão, devido ao superaquecimento do corpo.

Por outro lado, a especificidade sempre deve ser levada em conta. “Em provas com mais de 8 horas, por exemplo, em que o atleta ficará exposto ao calor durante a maior parte do dia, é necessário realizar treinos com temperaturas mais quentes. Mas isso deve acontecer de forma progressiva, para “acostumar” o corpo, até que ele esteja totalmente adaptado”, cita Kika.

2 – Correr mais agasalhado que o normal ajuda a perder peso?

Antigamente, acreditava-se que correr com saco preto preso na cintura queimava gordura local e ajudava a emagrecer. Porém, esse é mais um dos mitos da corrida. A única consequência dessa prática é a desidratação proveniente do superaquecimento do corpo. “Para perder peso, o recomendado é fazer dieta com orientação nutricional e manter práticas regulares de atividade física”, conclui Kika.

3 – Num ciclo de treinamento para uma maratona, preciso correr pelo menos 37 km antes da prova?

Não há necessidade. É por isso que existe a periodização do treinamento, como a metodologia IHP (Institute Of Human Performance) que prega o famoso “menos é mais”. Para quem nunca fez uma maratona e quer preparar a cabeça, é possível chegar até 32 km uma única vez antes da prova, não mais do que isso. O mais importante é a organização do volume total durante a semana.

 

Leia mais

5 dicas para quem sofre com ansiedade pré-prova

5 erros comuns em treinos na esteira

O tipo de pé e a pisada têm relação com as lesões?

 

4 – Correr durante a gravidez faz mal para o bebê?

Se a mulher grávida correu durante toda a vida, na gravidez isso não precisa ser diferente. Com a orientação de um médico, ela poderá correr até a barriga não causar incômodo. Nesse caso, a única recomendação é que a gestante não corra longas distâncias.

5 – Quem tem mais massa muscular corre melhor?

Não necessariamente. Se o atleta quer fazer uma prova rápida ou baixar o tempo, quanto mais leve ele estiver, mais chance terá em alcançar o ritmo ideal. Caso contrário, essa massa muscular não influenciará o desempenho do corredor. 

6 – Correr faz mal para os joelhos e articulações?

É verdade que toda atividade física com estresse muscular pode gerar algum tipo de lesão. Mesmo assim, esse é mais um dos mitos da corrida de rua. Se o corredor for liberado por um especialista e estiver com o trabalho de fortalecimento muscular em dia, a corrida não prejudicará a cartilagem dos ossos

 

Fonte: Kika Medeiros, professora da academia Competition em São Paulo (SP) e especialista em corrida. 

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

Clube O2

Clube O2 + Tênis Saucony!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!