Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Você sabe qual é o seu pace?

Você começou a se dedicar à corrida de rua, está adorando os treinos, mas percebe que correr implica em uma infinidade de cuidados a serem tomados. Você precisa prestar atenção à planilha de treinamentos, ao descanso adequado, ao que coloca no prato e, também, ao ritmo que irá exercer na corrida. Esse, aliás, é um assunto que causa muitas dúvidas entre os corredores novatos. Afinal, como fazer para estabelecer o pace?

Pace é o tempo que você leva para percorrer 1 km. Por isso, o objetivo de controlá-lo tem em vista a economia de energia para conseguir completar a prova. Sabendo qual o pace ideal para a sua corrida, você terá mais chance de obter sucesso na competição, podendo completar o percurso sem o risco de “quebrar” no meio do trajeto.

Você até pode pensar que não precisa seguir um ritmo durante a corrida, visto que ainda está no começo e tem muito para evoluir. Mas é o pace que norteia seus treinos, sendo um parâmetro eficaz para acompanhar a sua evolução. Com o pace você define suas metas, segue treinos específicos para melhorar o ritmo, sabe onde está e aonde quer chegar. Tudo com uma progressão matemática e precisa.

 

Leia mais

6 erros comuns na hora de comprar seu tênis de corrida

6 coisas para não fazer antes de correr

Dicas para proteger o joelho e correr sem dores

 

Além disso, estabelecendo o pace ideal para as suas corridas você evita a frustração de não evoluir, de não concluir uma prova e de ficar estagnado, assim como tem a praticidade de correr seguindo um objetivo concreto.

O corredor que não tem ideia do seu pace não sabe aonde pode chegar. Ele pode errar para mais ou para menos. Na prova, se correr além do ritmo que está acostumado, pode fadigar precocemente e não concluir a corrida de forma prazerosa e sadia, além de o seu desgaste ser maior. Em alguns casos, é preciso (até) parar no meio da prova, por não conseguir manter o ritmo empregado desde o início. Pode haver, ainda, o oposto, quando o corredor subestima o seu potencial, deixando de evoluir, pois poderia se esforçar um pouco mais para manter o ritmo dos treinos. Mais: sem o pace definido você pode cair na tentação de seguir o ritmo de outro corredor ou de um amigo, o que também pode acabar com todo o esforço feito durante os treinos.

O que fazer?

É simples achar o seu pace: faça um bom aquecimento e depois corra 1 km numa velocidade constante. A ideia é terminar este quilômetro cansado, mas não exausto. Marque o tempo que levou para correr o percurso. Se, por exemplo, você completou 1 km em 7 minutos, treine para manter esse ritmo. Caso consiga sustentá-lo do início ao fim, você concluirá uma corrida de 5 km em 35 minutos.

(Fonte: Vanessa Delavy, coordenadora do grupo de corridas Cia Athletica São Paulo)

Calendário

Encontre um evento de corrida perto de você!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!