Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

1000 km Brasil: maior ultra da América do Sul acontecerá no Rio

Foto: Divulgação

Entre os dias 21 e 30 de setembro acontecerá a maior Ultramaratona da América do Sul, a 1000 km Brasil. Criada pelo ultramaratonista Márcio Villar, a prova será em Paulo de Frontin, 85 km da cidade do Rio de Janeiro. A principal regra desse desafio é correr, no mínimo, 100 km por dia.

Caso contrário, o participante será automaticamente desclassificado. O vencedor é aquele que terminar os 1000 km primeiro, seguindo essa especificação.

“Depois de realizar várias provas pelo mundo e até ser chamado de louco, resolvi criar uma ultramaratona diferente no Brasil, com objetivo de mostrar que não existe loucura, mas amor pela corrida”, explica Márcio Villar. “Além disso, essa prova também é uma forma de mostrar a quantidade de atletas capacitados que temos no Brasil”, completa.

De fato, Márcio é um corredor que entende do assunto. Em 2015, o brasileiro percorreu 827,16 km em uma esteira por sete dias e entrou para o Guinness Book, o livro dos recordes. Já em 2017, o ultramaratonista quebrou o recorde mundial correndo o Caminho de Santiago de Compostela. Foram 820 km em 6 dias, 11 horas e 2 minutos, saindo da França até chegar em Santiago, na Espanha.

Um mês antes de superar essa marca, ele também correu 100 km no Rio de Janeiro para arrecadar doações e ajudar pessoas necessitadas.

Entre os participantes masculinos, destaque para o único estrangeiro confirmado até então: Pedro Raul Silva. O uruguaio é um dos principais vencedores de provas de longas distâncias em seu país. Outros selecionados são Itamar Goes, que pertence à seleção brasileira de ultramaratonas, Sérgio Cordeiro, campeão mundial de deca-Ironman em 2007, e Daniel Oliveira, campeão mundial de quintuple-Ironman em 2016. A primeira mulher confirmada foi Magda Chagas. A ultramaratonista receberá o número 3 vitalício da competição. Além dela, outras cinco atletas aceitaram o desafio.

 

Leia mais

Os bastidores da incrível vitória de Yuki Kawauchi na Maratona de Boston

Conheça o Hospeda Atleta, o Airbnb do esporte

O2 Box: novidade para os apaixonados pela corrida de rua

 

O percurso da 1000 km Brasil tem 1,2 km e é composto por barro e com leves subidas e descidas ao longo do trajeto. Ao todo, os ultramaratonistas terão que dar 833 voltas em torno do lago para poder completar a prova. O horário permitido para realização da prova é das 6h da manhã até meia noite, com a obrigação de estar na largada às 6h. Caso contrário, o corredor será desclassificado.

A regra principal, de correr pelo menos 100 km em cada dia, pode ser quebrada apenas no último dia, caso falte menos de 100 km para o atleta completar o desafio. A 1000 km Brasil tem um limite máximo de 40 inscritos. Até o momento, 28 atletas foram selecionados.

“O atleta deve provar que fez provas como a BR 135, a Ultra dos Anjos, Jungle Marathon ou provas semelhantes acima de 200 km”, exige Márcio Villar. “Ele também precisa ter um atestado médico e um comprovante de vacina contra a febre amarela”, completa.

Cada atleta poderá levar um acompanhante para ser seu braço direito durante o desafio. Além disso, todos terão direito a café da manhã, almoço, jantar, isotônico, água e frutas durante os 10 dias.

As inscrições vão até dia 31 de maio ou até esgotar o limite de vagas. O evento custa R$ 1.000,00. Para participar, basta enviar o currículo de corrida para ultramarciovillar@gmail.com.

Clube O2

Clube O2 + Tênis Saucony!

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!