Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

“Eu corro, você ajuda”: projeto busca doações para crianças com câncer

Realizado em Brasília, o projeto solidário Abrace – Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias -, iniciou em 2017 e está na segunda edição.

O objetivo é arrecadar dinheiro por meio de doações em um site de financiamento coletivo. Paralelo a isso, o idealizador Felipe Ribeiro, 38, coloca uma meta que ele próprio deve correr durante o ano. Na primeira edição, Felipe correu 100 km e arrecadou quase 10 mil reais para a fundação. Para esse ano, ele tem o objetivo de alcançar a marca dos 3.650 km.

“Fiz o projeto com a intenção de ajudar essas crianças e ao mesmo tempo buscar motivação para voltar a correr”, explica Ribeiro, afirmando que muita gente abraçou sua iniciativa. “Em virtude de algumas perdas decorrentes do câncer, as pessoas entendem que podem ajudar com alguma doação”.

 

Leia mais

Estudo: parar atividade física pode levar a sintomas de depressão

Treina todo dia? Veja cuidados básicos com os cabelos

Rainha Elizabeth II abrirá a Maratona de Londres 2018

 

Até então, Felipe já venceu 1000 km da meta, que foi convertida em quase 5 mil reais. Para saber o quanto percorreu e o que ainda falta, a quilometragem é contabilizada em qualquer oportunidade de corrida: treinos, provas e passeios movido a paces rápidos. “Todos os meus passos ficam contabilizados no relógio e no meu perfil Garmin e Strava“, diz Felipe, convidando as pessoas a acompanharem seu progresso. 

Todos os apoios específicos necessários para uma preparação, como suplementos, academia e outros, não são financiados por esse projeto. “Gosto de deixar bem claro que todo o dinheiro arrecadado é apenas para as crianças do projeto solidário Abrace. Não aproveito nem um centavo dessa iniciativa”, reitera.

Qualquer tipo de doação é aceita pelo projeto. Para estimular os doadores, o atleta também elabora algumas promoções durante o ano. “Já disponibilizei algumas camisetas do Abrace para as pessoas que doassem 10 reais, por exemplo. Também foram feitos treinos coletivos com minha assessoria e alguns desafios para os corredores com o objetivo de estimular essa doação”.

 

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!