Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

Bolt cruza a linha de chegada em último em prova derradeira e emociona público

Um misto de dúvida e ansiedade rondavam o Estádio Olímpico de Londres durante a disputa da final do revezamento 4 x 100 metros masculinos do Campeonato Mundial neste sábado.

Ansiedade para assistir a última disputa de Usain Bolt, um dos maiores ídolos da história do atletismo, que se aposentou após a corrida. E dúvida sobre qual das equipes ficaria com o ouro. Afinal, os americanos eram favoritos, mas a Jamaica tinha Bolt e Yohan Blake.

Antes da largada, Bolt foi Bolt. Emocionado, mas divertido, brincou com a torcida e foi muito aplaudido quando o seu nome foi anunciado.

 

Leia mais

Etíope surpreende e tira de Mo Farah sonho do tetra

Corredor ajuda concorrente a completar prova nos EUA: “Não poderia deixá-lo lá”

Ela correu uma maratona levando os três filhos e entrou para o Guinness

 

Mas quando a prova começou, o sentimento do público mudou para comoção. Após uma corrida equilibrada, Usain Bolt, o último da equipe na disputa, pegou o bastão e acelerou na terceira colocação. Buscava a liderança, mas uma pausa repentina e a mão nas pernas indicavam uma lesão – e o adeus dramático do jamaicano.

Grã-bretanha foi a primeira equipe a cruzar a linha de chegada, com 37s47. Os EUA ficaram com a prata, com 37s52, e o Japão com o bronze, com 38s04.

Após alguns segundos deitado no chão com uma dor que mais parecia psicológica do que física, Bolt levantou – e cruzou a linha de chegada na última colocação em sua disputa derradeira.

Clube O2

Garanta já sua Mochila de Hidratação!

Compartilhe por email!