Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Bolívia Inca Run: uma nova ultramaratona épica

A América do Sul terá em setembro uma nova ultramaratona, 160 km que estão mais para uma expedição por territórios históricos do que foi um dia o Império Inca, esta será a épica Bolívia Inca Run.

Além da distância há outro fator para intimidar os corredores na Inca Run – as altitudes dos altiplanos bolivianos, de 2.300 metros até 5.000 metros. Os corredores precisarão chegar com vários dias de antecedência para se acostumarem com a altitude do local.

A corrida começa no dia 8 de setembro com um prólogo de 8 km pelo Lago Titicaca, com 3.800 metros de altitude, na fronteira entre a Bolívia e o Peru. Mas é no segundo dia que começam os 160 km da disputa, previstos para durar quatro dias. Os corredores de elite poderão fazer a corrida sem parar, carregando utensílios essenciais, com a permissão de uma parada ao longo do caminho.      

Porém, há também a opção de disputar a prova no formato de “etapas”, acomodando-se a cada noite nos campings montados pela organização. Os percursos de cada etapa vão variar entre 28 km e 55 km. Os atletas passarão por pequenas cidades como Potosi e Sucre, cercados pelas montanhas dos Andes. Para dar conta da logística, as vagas são limitadas a apenas 80 corredores.

Etapas da Bolívia Inca Run

Prólogo – Ilha do Sol, Lago Titicaca (8 km)
Etapa 1 – Potosi – Lago Chari Khota (28 km)
Etapa 2 – Lago Chari Khota – Estancia Lloco Loconi (55 km)
Etapa 3 – Estancia Lloco Loconi – Cocoyo (38 km)
Etapa 4 – Cocoyo – Sorata (30 km)

 

Acompanhe o ativo.com pelo Twitter: www.twitter.com/ativocom 

 

excluir cat: nao, desativa sempre post: nao, ativa sempre post: nao
Compartilhe por email!