Receba nossa newsletter e fique por dentro do mundo do esporte!

PUBLICIDADE

Trapaceiro se escondia em banheiro químico para vencer ultramaratonas

Foto: Divulgação

O ultramaratonista Kelly Agnew encontrou uma maneira inusitada e nada ética para vencer quatro edições da Across The Years, uma corrida de 24 horas realizada em Phoenix, no Arizona. Uma investigação indicou que o corredor se escondia repetidamente por cerca de sete minutos em um banheiro químico antes de voltar à área de cronometragem para registrar sua volta.

A trapaça de Agnew foi descoberta depois que funcionários da corrida o monitoraram por câmeras durante 10 minutos ininterruptos. Eles notaram que o corredor se dirigia ao banheiro químico e permanecia ali até a hora exata de manter o seu ritmo de milha na linha de chegada.

Após a descoberta, o corredor trapaceiro foi desclassificado da corrida e perdeu seus quatro títulos na ultramaratona.

Além de trapacear na Across The Years, o corredor usou o mesmo método de se esconder no banheiro químico em outras corridas, como a Leadville 100 e Lemming Loop. Agnew ainda não respondeu às acusações.

“Nos entristece ver isso em um evento centrado em torno da camaradagem entre corredores. Este tipo de artimanha não é tolerada em nossa corrida. Neste momento, Kelly não seria bem-vindo de volta para participar de corridas organizadas por nosso grupo”, informou em nota a organização do evento. 

 

Leia mais

Corredora trapaceia e é pega pelo próprio GPS

Senhora de 90 anos supera 322 participantes em meia-maratona

Polonês passou dos 105 anos correndo e sem consultas médicas

Clube O2

Entre para o Clube O2 e Turbine seus treinos!

Compartilhe por email!